logo-ge

Conheça os auxílios, bolsas e benefícios que a USP oferece

A USP oferece benefícios aos seus alunos para que consigam se manter na instituição e aproveitar melhor a experiência universitária; descubra alguns deles

Entrar na USP já é uma tarefa complicada. Para aqueles que, finalmente, têm sucesso nessa empreitada, permanecer na universidade pode representar um esforço tão grande quanto o de ingressar.Como parte do Programa de Inclusão Social da USP (Inclusp), criado para estimular a participação de estudantes de escolas públicas no vestibular da Fuvest, a instituição oferece uma série de bolsas, auxílios e outros benefícios. O objetivo é assegurar e estimular os alunos a continuar os estudos e concluir o curso, combater a evasão e contribuir para a formação integral desses estudantes, muito deles com dificuldades socioeconômicas.

As bolsas são coordenadas pela Pró- Reitoria de Graduação. Os alunos têm a oportunidade de receber uma ajuda financeira em troca de atividades desenvolvidas no campus ligadas a três grandes eixos: extensão, pesquisa e ensino (monitoria).

Já os auxílios, disponibilizados apenas para estudantes na primeira graduação, são regulamentados pela Superintendência de Assistência Social (SAS). A instituição oferece moradia (ou apoio financeiro), alimentação, transporte e custeia a compra de parte do material acadêmico do aluno.

Para ser contemplado, o candidato deve se encaixar no perfil econômico estabelecido pela instituição e fazer a inscrição. Depois, é preciso passar por uma entrevista e apresentar uma série de documentos que comprovem a situação financeira e a realização do Ensino Médio em escola pública ou em colégio privado com bolsa de estudo integral.

Outros aspectos que podem afetar a vida acadêmica também são cobertos pela universidade. Todos os estudantes contam com assistência médica, odontológica e psicológica gratuita e podem praticar atividades esportivas e participar de eventos culturais e científicos. Conheça mais sobre cada uma das possibilidades a seguir.

BOLSAS

Programa de Estímulo ao Ensino de Graduação (PEEG) – Monitoria

Como funciona: os alunos acompanham o professor em uma ou mais turmas de uma disciplina do curso, atuando como monitores. Auxiliam os estudantes da disciplina em trabalhos e colaboram nos projetos desenvolvidos nas aulas.

Pré-requisitos: ter bom desempenho na disciplina que quer monitorar. É preciso escrever uma carta de motivação. A carga horária semanal é de dez horas. As inscrições abrem antes do início de cada semestre.

Duração: quatro meses.

Quantidade de bolsas: 450 (2º semestre de 2017).

Valor: R$ 100 por mês.

Programa Unifcado de Bolsas de Estudo para Estudantes de Graduação (PUB)

Como funciona: são dois tipos de bolsa – extensão e projetos de iniciação científica.

As atividades de extensão se caracterizam pela oferta de determinados serviços à comunidade, sempre dentro da proposta de cada graduação. Exemplos: os alunos da área da saúde podem prestar atendimentos à população, enquanto estudantes de Jornalismo podem fazer um jornal para determinada comunidade. Os professores cadastram os projetos de extensão e os alunos escolhem um deles para participar.

Na iniciação científica, os estudantes desenvolvem uma pesquisa sob orientação de um professor. O estudante deve produzir um relatório sobre as atividades que desenvolveu, sua metodologia e resultados.

Pré-requisitos: é preciso apresentar bom rendimento acadêmico e passar por avaliação socioeconômica promovida pela SAS. O estudante não pode trabalhar, pois precisa manter dedicação exclusiva às atividades acadêmicas.

Duração: um ano, inclusive durante as férias.

Quantidade de bolsas: 6 mil (em 2016).

Valor: R$ 400 por mês.

Veja também

AUXÍLIOS

Alimentação

O crédito para alimentação pode ser usado em todos os restaurantes da universidade e cobre três refeições diárias (café da manhã, almoço e jantar).

Valor: R$ 2 (para almoço e jantar, incluído sobremesa e bebida e com opções vegetarianas) e R$ 0,50 (café da manhã) – valores de junho de 2017.

Transporte

O aluno conta com uma verba mensal (exceto em janeiro e em julho) para financiar o percurso diário até a universidade. Há também ônibus gratuitos que circulam na maioria dos campi, levam até conexões com o transporte público e fazem o trajeto entre unidades da USP.

Valor: R$ 200 mensais.

Livros

Esse subsídio tem o objetivo de ajudar o estudante a ter acesso aos materiais de estudo. O aluno recebe um crédito para ser usado na compra de obras disponíveis nas livrarias das editoras da USP. O benefício tem a duração de um ano, excluindo os meses de férias (janeiro e julho).

Valor: R$ 150 mensais | Em 2016, foram disponibilizados 700 auxílios-livro.

Moradia

Há dois tipos de auxílio-habitação. O primeiro consiste em vagas nos conjuntos residenciais da USP na Cidade Universitária, em São Paulo, e nos campi de Bauru, Piracicaba, Pirassununga, Ribeirão Preto e São Carlos. O estudante tem acesso a um quarto individual, banheiro e área comum. No segundo, o aluno recebe um valor mensal para utilizar no pagamento do aluguel.

Valor: R$ 400 mensais | São cerca de 2,7 mil vagas nos dormitórios.

OUTROS BENEFÍCIOS

Saúde

O Hospital Universitário, na capital, e outras unidades de saúde nos campi de Bauru, São Carlos, Piracicaba, Pirassununga e Ribeirão Preto oferecem atendimento de emergência ou agendamento de consultas médicas e odontológicas. Também há acompanhamento psicológico em São Paulo, São Carlos e Ribeirão Preto.

Cultura e ciência

Os alunos têm à disposição bibliotecas, museus, cinema, corais, orquestras e teatros, além de espaços culturais e científicos espalhados pelos campi. Além desses espaços, são oferecidas atividades variadas à comunidade interna e externa, como aulas, cursos, oficinas, apresentações, exposições e palestras.

Esporte

Todos os campi possuem centros esportivos. O Centro de Práticas Esportivas, na Cidade Universitária, é o maior complexo poliesportivo estudantil da América Latina. Conta com quadras, campos, conjunto aquático, pista de atletismo e velódromo. Também merece destaque a raia olímpica, usada para a prática de remo e canoagem.

* Publicado em junho de 2017

Veja também