Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Cresce número de alunos vindos da rede pública na USP

Em 2012, 28% dos ingressantes vieram de escola pública

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h39 - Publicado em 13 abr 2012, 19h36

O número de alunos da Universidade de São Paulo (USP) vindos de escolas públicas cresceu três pontos percentuais em relação a 2011, informou a Pró Reitoria de Graduação da Universidade.

Das 10.852 vagas oferecidas, 3.038 foram preenchidas por alunos da rede pública, beneficiados pelo Programa de Inclusão Social da USP (Inclusp). Isso equivale a 28% do total, contra 25% do ano anterior.

Em março do ano passado, houve mudanças no Inclusp. O Programa de Avaliação Seriada (Pasusp), um de seus pilares mais importantes, passou a oferecer bônus de até 15% aos estudantes que vieram da rede pública. Essa mudança deu resultado: das 3.038 vagas preenchidas por alunos de escola pública este ano, 10,5% são de beneficiados diretamente pelo Pasusp.

Perfil
A renda familiar mensal de 28% dos alunos beneficiados pelo Inclusp está entre três e cinco salários mínimos. Entre os alunos do Pasusp, esse índice chega a 34,8%. Na média geral dos ingressantes na USP, a porcentagem é de 19,2%.

Dos alunos beneficiados pelo Pasusp, quase a totalidade dos aprovados – 99,1% – prestou o Vestibular da FUVEST pela primeira vez em 2012 e 35,1% também se inscreveram para o vestibular da Unicamp e da UNESP.

Continua após a publicidade

“Queremos que os alunos das escolas públicas ingressem na USP por mérito, com condições de acompanhar o curso e vivenciar plenamente sua vida acadêmica. Isso já está comprovado pelo desempenho que esses alunos têm alcançado”, afirmou a pró-reitora de Graduação da Universidade, Telma Maria Tenório Zorn, referindo-se à análise da média global desses estudantes, entre 2007 e 2010, em comparação ao desempenho do total geral de alunos da Universidade.

A pró-reitora de Graduação ressaltou que, em todos os cursos da USP, sem exceção, há ingressantes beneficiados pelo Inclusp. Na área de Humanas, os cursos de Letras (42,8%), Pedagogia (40%), Jornalismo (39%), Ciências Sociais (34,5%) e Direito (21,7%) tiveram a maior porcentagem de ingressantes sob essas condições.

Nas Biológicas, os destaques foram os cursos de Farmácia-Bioquímica (45,3%), Enfermagem (33,7%), Medicina Veterinária (27,5%), Ciências Médicas – campus de Ribeirão Preto (22%) e Medicina (17,7%). Em Exatas, Matemática (51%), Licenciatura em Física (50%) e Bacharelado em Sistemas da Informação (42,5%).

 

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular e Enem

 

Continua após a publicidade
Publicidade