Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Entenda as mudanças do novo acordo ortográfico: Acento diferencial

A partir de 1º de janeiro de 2016, é obrigatório no Brasil o uso do novo acordo ortográfico da língua portuguesa. Apesar de a maioria das palavras permanecer igual, algumas alterações na acentuação e na ortografia devem ser levadas em conta. Os acentos diferenciais, que são usados para distinguir duas palavras iguais com significados diferentes, […]

Por Redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h42 - Publicado em 15 abr 2011, 19h00

A partir de 1º de janeiro de 2016, é obrigatório no Brasil o uso do novo acordo ortográfico da língua portuguesa. Apesar de a maioria das palavras permanecer igual, algumas alterações na acentuação e na ortografia devem ser levadas em conta.

Os acentos diferenciais, que são usados para distinguir duas palavras iguais com significados diferentes, como por exemplo pára (do verbo parar) e para (preposição) deixa de existir nos seguintes casos:

• Para (verbo)

• Pelo (substantivo) – que se diferencia da preposição pelo

Antes Depois
Pára Para
Pêlo Pelo
Pólo Polo
Pêra Pera

 Atenção! A nova regra não se aplica para:

• Pôde (do verbo poder no passado), que mantém o acento para se distinguir de pode, o uso do verbo no presente;

• Pôr (verbo), que mantém o acento para se diferenciar da preposição Por.

Leia mais:
– TREMA


– DITONGO ABERTO


– HIATO

– U E I TÔNICO

– ALFABETO

– HÍFEN

Continua após a publicidade
Publicidade