Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Entenda como questões de atualidades são cobradas nos vestibulares de meio de ano

Professores dão dicas de como se preparar para os processos seletivos de inverno

Por por MARIANA NADAI Atualizado em 16 Maio 2017, 13h33 - Publicado em 27 Maio 2011, 14h51

Os vestibulares de meio de ano estão chegando. Nos próximos meses, milhares de estudantes de todo o Brasil concorrerão a uma vaga em faculdades disputadas, como a Universidade Estadual Paulista (Unesp) ou a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). A pouco tempo das provas, fica a dúvida: além do conteúdo aprendido na escola, como questões de atualidades podem cair nesses exames?

“Em geral, nenhum vestibular utiliza os assuntos de atualidades da forma que os estudantes imaginam. Na prova não terá uma pergunta sobre o acontecimento em si, as questões relacionam algum fato com o conceito ligado a ele”, explica o professor de geografia do curso Anglo Reinaldo Scalzaretto.

Por isso, antes de sair correndo para ler os jornais dos últimos meses, mantenha o foco nas matérias aprendidas em sala de aula. “As questões apenas envolvem atualidades para falar sobre algum tema clássico de matérias como geografia ou história. Por exemplo, podem falar do terremoto do Japão, mas ele será usado para dar um panorama de uma questão de placas tectônicas, que sempre são cobradas no vestibular”, orienta Vera Lúcia Antunes, coordenadora pedagógica e professora de geografia do Objetivo. 

Confira alguns assuntos que podem ser abordados nos próximos vestibulares
Meio ambiente assuntos como aquecimento global, buraco na camada de ozônio e até questões mais locais, como ilha de calor e poluição, são fortes candidatos para caírem nas provas.
População o tema pode ser questionado, principalmente, por causa das publicações de dados do Censo de 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Urbanização a questão pode ser abordada por conta dos problemas urbanos que foram destaque nas manchetes dos jornais no começo deste ano, como as enchentes na região serrana do Rio de Janeiro.
Terremoto questões sobre terremoto, vulcanismo e placas tectônicas são temas frequentes nos vestibulares, por fazerem parte do conteúdo cobrado de geografia. Por conta do terremoto no Japão, o assunto ganhou destaque. Mas atenção, uma boa prova não vai cobrar quantos graus na escala Richter teve o terremoto, mas pode, a partir da intensidade do tremor, pedir que o estudante explique o conceito que envolve o desastre.
China a economia do país tem sido destaque nos jornais . Em 2010, o Produto Interno Bruto (PIB) chinês cresceu mais de 10% e o país tornou-se a segunda maior economia do mundo. O vestibular pode tanto falar dessa questão, como das relações internacionais da China, inclusive com o Brasil.

LEIA TAMBÉM

– Notícias de vestibular e Enem

Continua após a publicidade
Publicidade