Clique e assine GE Play por R$16,90

Estudantes fazem prova da Unicamp em dia de chuva e trânsito complicado

Não houve atrasos no local onde o GUIA esteve, mas uma estudante esqueceu o RG e não pôde fazer a prova

Por GUILHERME DEARO - Atualizado em 16 Maio 2017, 13h30 - Publicado em 15 jan 2012, 13h23

A chuva já vinha caindo o dia inteiro em São Paulo, complicando o trânsito por toda a cidade. Nas ruas próximas ao prédio da Universidade Paulista (Unip), na unidade Paraíso, estudantes de guarda-chuva apertavam o passo para chegar na hora correta ao primeiro dia de provas do vestibular 2012 da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

A recomendaçao da Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) para chegar uma hora antes do começo da prova, às 13 horas, surtiu efeito, pois nenhum estudante naquele local chegou atrasado e foi impedido de entrar. Mesmo assim, alguns conferiam o mural com a lista de candidatos e saíam correndo, sem nem abrir o guarda-chuva, ao perceber que seu local de prova não era ali, mas sim a algumas quadras, em outra unidade da Unip.

Entre as centenas de pais e alunos que esperavam a abertura dos portões, era possível encontrar perfis de todos os tipos, dos mais confiantes a aqueles que nem sabiam quais matérias seriam cobradas naquele dia (serão 24 questões dissertativas de Português, Literatura e Matemática).

Roberta Hesse, de 18 anos, terminou o terceiro ano do Ensino Médio agora e vai prestar Ciências Sociais. “Não sei nem o que vai cair hoje. Para falar a verdade, nem sei como eu passei na primeira fase, foi impressionante eu ter ido bem nela”, comentou. Assim que descobriu o que seria cobrado, afirmou: “Vou me sair melhor hoje em Português, com certeza”. Além da Unicamp, a estudante ainda está esperando o resultado da Fuvest e já está matriculada na Faap e na PUC-SP.

– Confira as fotos do primeiro dia da segunda fase da Unicamp 2012

Já Guilherme Mishio, de 19 anos, se preparou bastante para esta prova. “Creio que a Unicamp é a mais difícil de todas. Abrange muita coisa de todas as disciplinas”, disse. Guilherme, que também vai prestar Ciências Sociais, acredita que irá melhor em Português e Literatura na prova de hoje. “Depois da segunda fase da Fuvest fica mais difícil estudar, mas mesmo assim consegui pegar nos livros algumas vezes”, completou.

Continua após a publicidade

Estudante não leva documento, mas consegue fazer a prova

Amanda Velasco percebeu 15 minutos antes da prova que não estava com o RG na carteira, obrigatório para fazer o vestibular. “Não tenho nenhum documento comigo, só o Bilhete Único sem foto”. A estudante, que acabou o Ensino Médio agora e está prestando Biologia, veio da zona sul da cidade, em Interlagos. “Meu pai até está aqui perto ainda, mas ele não está com o meu RG”, lamentou. Mesmo sem o documento, Amanda conseguiu entrar para fazer a prova.

Mais de 16 mil candidatos estavam sendo esperados para fazer as provas e concorrer a uma das 3.444 vagas em 66 cursos da Unicamp e em dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp). Os candidatos terão quatro horas para responder a 24 questões dissertativas em cada dia de prova. Neste domingo (15), serão 12 questões de Língua Portuguesa e Literatura e mais 12 de Matemática. Na segunda (16) as provas serão de Ciências Humanas e Artes (18 questões) e Inglês (6 questões). Na terça (17), serão 24 questões de Ciências da Natureza.

Gabarito

O GUIA DO ESTUDANTE publicará a correção das provas ao fim de cada dia.

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular e Enem

Continua após a publicidade
Publicidade