Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Estudantes vencem concurso ao sugerirem geração de energia a partir do uso de catracas

Alunos do curso de Administração da FEI foram premiados com bolsas de estudo e estágio em empresa energética

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h43 - Publicado em 11 abr 2011, 12h42

Enquanto o mundo discute a criação de novas fontes de energia limpa, universitários brasileiros inovam ao propor a geração de energia a partir dos movimentos das catracas de trens e metrôs. O projeto, desenvolvimento por estudantes de Administração do Centro Universitário Fundação Educacional Inaciana (FEI), foi o vencedor do concurso EDP University Challenge 2010, promovido pela primeira vez no Brasil pela EDP, uma das maiores empresas europeias do setor de energia e a quarta maior do Brasil.

O objetivo do concurso, que reuniu cerca de 800 estudantes de mais de 20 instituições de ensino superior, era que os concorrentes desenvolvessem ações de marketing para o público que a empresa EDP se relaciona. O grupo da FEI, composto por três estudantes – Renato Gois Figueiredo, Lucas Rodrigues Lamas e Tatiana da Silva – do 3º semestre de Administração, identificou o interesse da EDP em associar a sua marca ao conceito de geração de energia limpa e propôs que a empresa transformasse em eletricidade o movimento das catracas de três e metrôs.

– Conheça o dia a dia de um profissional de Administração no programa Na Real

Com a mensagem "EDP, energia limpa. Bom para o planeta, melhor para você", os alunos da FEI desenvolveram um plano de comunicação integrada de marketing que integrasse a alegação feita no texto com ações concretas. Para a realização efetiva do projeto, a sugestão dos estudantes foi de usar geradores elétricos acoplados nas catracas do metrô e de trens. A escolha por esses locais se deu pelo fato de serem de intenso movimento de pessoas.

Com a premiação, que aconteceu no último dia 15 de março, os estudantes ganharam uma bolsa de estudos no valor de R$ 15 mil e um estágio de três meses na sede da EDP no Brasil, com possibilidade de intercâmbio na Europa. A professora do curso de Administração da FEI, e orientadora do projeto, Melby Huertas, recebeu prêmio no valor de R$ 7 mil.

LEIA TAMBÉM

– Notícias de vestibular e Enem

Continua após a publicidade

Publicidade