Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

EUA querem estudantes brasileiros negros em suas universidades

Delegação dos EUA visitou universidades em São Paulo e no Rio de Janeiro

Por da redação Atualizado em 22 ago 2017, 17h33 - Publicado em 2 set 2011, 17h31

Uma delegação com representantes de faculdades e universidades norte-americanas está no Brasil para estudar a possibilidade de alunos negros, cotistas ou bolsistas do ensino superior participarem de programas de intercâmbio nos Estados Unidos.

O grupo, que está atualmente no Rio de Janeiro visitando a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), já passou por São Paulo ontem (1º).

Há representantes das seguintes instituições: Xavier University of Louisiana, Hampton University, Morgan State University, Florida A&M e North Carolina A&T University.

Fique ligado!

Para estudar fora, você provavelmente vai precisar comprovar a sua proficiência na língua em que fará o curso. O Guia do Estudante tem uma plataforma para te ajudar a tirar o certificado de Inglês! Conheça clicando aqui.

Como explica o vice-cônsul dos Estados Unidos para Política e Economia no Rio de Janeiro, Kevin Wilson, todas são universidades com tradição de ensino para alunos negros e foram fundadas nos EUA justamente numa época de intensa segregação racial naquele país.

A visita faz parte do plano Brasil-Estados Unidos para a Eliminação do Racismo e Promoção da Igualdade (Japer, na sigla em inglês).

  • O vice-cônsul acredita que a troca de experiências entre os dois países pode contribuir para a promoção da igualdade racial. “Temos experiência com educação nessa área, mas sabemos que o Brasil também acumula experiência com esses assuntos. Acho que a troca vai ser muito útil para os dois países”, avaliou.

    Ainda foi definido um calendário para o programa, nem a quantidade de alunos que poderiam ser beneficiados. De acordo com o Consulado dos Estados Unidos no Brasil, atualmente, cerca de 8 mil estudantes brasileiros participam de programas de intercâmbio acadêmico no país.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade