Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Fuvest traz questões tradicionais e tema de redação surpreendente

Questões exigentes e tema de redação mais próximo dos estudantes foram pontos destacados pelos professores

Por Ana Lourenço Atualizado em 8 jan 2018, 08h32 - Publicado em 7 jan 2018, 20h09

O primeiro dia da segunda fase da Fuvest 2018 foi considerado exigente pelos professores. Cerca de 21 mil candidatos responderam a 10 questões de português e fizeram uma redação, com o tema “Deve haver limites para a arte?”.

As questões demonstraram o habitual do que é cobrado na Fuvest. “A prova esteve dentro do esperado, bastante exigente e trabalhosa com relação a vocabulário e domínio da norma culta”, explica Célio Tasinafo, diretor pedagógico do cursinho Oficina do Estudante.

  • Na prova de literatura, foram pedidas questões sobre as obras Iracema, Mayombe, Claro enigma e Memórias póstumas de Brás Cubas. “O nível de exigência foi o mesmo de todos os anos. Para responder, era preciso ter feito a leitura do livro”, diz Célio. “As questões de literatura pediam análise do enredo e chegaram a avançar para além dele, pedindo que o aluno fizesse algumas interpretações”, diz Sérgio Paganin, supervisor de língua portuguesa do Anglo Vestibulares.

    O tema da redação, “Deve haver limites para a arte?”, foi considerado um pouco mais fácil para os alunos do que os temas normalmente cobrados pela Fuvest, geralmente com teor mais abstrato e filosófico. “Esse tema sobre se deve haver ou não um limite para a expressão artística foi amplamente discutido no último ano, por conta de vários casos divulgados na mídia”. A coletânea trazia a polêmica da Exposição Queer Museu no Santander Cultural de Porto Alegre, que foi cancelada em setembro após ataques nas redes sociais.

    “É surpreendente porque os temas da Fuvest costumam ser muito baseados em questões filosóficas, metafísicas. Temas que estão no radar dos alunos são uma surpresa positiva. O deste ano é de relevância da cidadania, de grande importância”, completa Sérgio.

    Próximas provas

    Amanhã (8), cerca de 21 mil convocados são esperados para o segundo dia, que terá 16 questões sobre as disciplinas do núcleo comum obrigatório do Ensino Médio (História, Geografia, Matemática, Física, Química, Biologia, Inglês e questões interdisciplinares). O terceiro e último dia, na terça-feira (9), trará 12 questões de duas ou três disciplinas, de acordo com a carreira escolhida.

    O vestibular seleciona alunos para 8.402 vagas, sendo 3.416 na área de Humanidades, 3.026 em Ciências Exatas e 1.960 em Ciências Biológicas. No total, a USP oferece 182 cursos de graduação.

    Continua após a publicidade
    Publicidade