logo-ge

MEC fará auditoria na Unip para averiguar as denúncias de irregularidades no Enade

Diferença entre concluintes motivou a ação do Ministério

O Ministério da Educação (MEC) decidiu instalar uma auditoria na Universidade Paulista (Unip), para averiguar as denúncias de irregularidades no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). A decisão foi tomada após confrontar as denúncias de irregularidades na aplicação do exame com as alegações apresentadas pela instituição.

– MEC publica portaria com mudanças na edição 2012 do Enade, após denúncia de fraudes no exame

– MEC pede explicações da Unip sobre possível fraude no Enade

Segundo o MEC, a redução na porcentagem do número de estudantes concluintes da Unip inscritos no Enade em relação ao número de concluintes informados no Censo da Educação Superior serviu de base para a formação da auditoria, que vai apurar a consistência dos dados apresentados pela instituição.

A decisão foi tomada na tarde desta quinta-feira, 22, e inclui ainda a visita de avaliação in loco em todos os cursos da Unip em fase de renovação de reconhecimento. Ela terá um prazo de 60 dias e será realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) e pela Secretaria de Regulação e Supervisão do Ensino Superior (Seres).

Ainda de acordo com o MEC, as mesmas medidas serão tomadas em todas as instituições de ensino superior suspeitas de qualquer irregularidade em relação ao Enade.

Procurada pelo GUIA DO ESTUDANTE, a assessoria de imprensa da Unip informou que até o momento não receberam nenhuma comunicação do MEC sobre o assunto.

LEIA MAIS

– Notícias sobre o Enade

– Notícias de vestibular e Enem