Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

MPF do Ceará vai pedir suspensão das matrículas do Sisu

Ação suspenderá os efeitos do programa até que seja concluído o inquérito da Polícia Federal sobre o vazamento das questões do Enem

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h40 - Publicado em 22 dez 2011, 10h41

O Ministério Público Federal no Ceará (MPF) informou que prepara uma ação civil pública para suspender os efeitos do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em todo O Brasil. A ação durará até que seja concluído o inquérito da Polícia Federal sobre o vazamento das questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2011.

– Consulta ao Sisu começa na próxima segunda-feira com 108 mil vagas disponíveis

– Confira o resultado do Enem 2011

– Entenda como funciona a nota do Enem

O pedido de suspensão não impedirá a abertura do Sisu, em 7 de janeiro, mas deixaria em suspeição a realização das matrículas. Entretanto, o procurador da República no Ceará Oscar Costa Filho não descarta pedir a suspensão total do processo.

Continua após a publicidade

A ação do procurador deve ser protocolada na Justiça Federal no Ceará até o dia 7 de janeiro (quando abrem as inscrições do Sisu) devido ao recesso de fim de ano e a expectativa da Polícia Federal é que o inquérito sobre o Enem 2011 fique pronto em 19 de janeiro, início das matrículas nas universidades.

A decisão do procurador foi motivada após a extensão do cancelamento de 14 questões do Enem para mais 500 alunos de cursinho do Christus, de Fortaleza.

*Com informações do jornal O Estado de S.Paulo

LEIA MAIS

– Notícias do Sisu

– Notícias do Enem 2011

 

Continua após a publicidade
Publicidade