Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

No Brasil, quem tem diploma ganha até quatro vezes mais do que aqueles com ensino básico

País é um dos que apresentam melhor correlação entre diploma e emprego - e é onde diplomados têm a maior vantagem salarial

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h50 - Publicado em 17 set 2012, 15h50

O estudo “Olhar sobre a Educação 2012”, feito pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) e divulgado na semana passada, aponta que o Brasil é o país com a maior diferença salarial entre pessoas com diploma universitário e as que não concluíram o Ensino Médio. Os primeiros podem ganhar até quatro vezes mais do que os segundos, o que representa o triplo da média dos países da OCDE.

– Apesar de aumentar gastos com educação, Brasil ainda não alcança metas da OCDE

A vantagem salarial média nos 34 países avaliados pela OCDE entre pessoas que cursaram o terceiro grau e as com nível de instrução menor é de 67% para os homens e de 59% entre as mulheres.

Além disso, o estudo também concluiu que a correlação entre diploma universitário e emprego é bem alta no Brasil: 9 em cada 10 homens com ensino superior entre 25 e 64 anos estão empregados. Contando as mulheres, o índice chega a 85,6%. No país, apenas 11% da população entre 25 e 64 anos atingiram essa escolaridade.

Para ver o estudo, clique aqui.

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular e Enem

Continua após a publicidade

Publicidade