Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

O que buscar em um curso de ciências da saúde?

Confira cinco pontos importantes para levar em consideração no momento de escolher uma instituição

Por Bruna Ouchi, de Abril Branded Content Atualizado em 13 jun 2021, 00h05 - Publicado em 31 Maio 2021, 10h00

Nos últimos meses, o mundo se deparou com uma batalha invisível na qual os combatentes da linha de frente foram vistos como verdadeiros heróis pela sociedade. Os profissionais da saúde ganharam destaque e seguem se esforçando dia e noite para erradicar o novo coronavírus ou, pelo menos, diminuir o número de vítimas da doença.

Segundo o relatório Empregos em Alta do LinkedIn, entre as 15 principais categorias de empregos que impulsionarão o mercado de trabalho brasileiro em 2021, três delas são voltadas para a área da saúde: médicos especializados, cargos de apoio à saúde e especialistas em saúde mental. As contratações de enfermeiros de terapia intensiva registraram um crescimento recorde de 820% em comparação a 2019 – grande parte dessas funções foi preenchida por ex-enfermeiros generalistas.

Para quem quer entrar nesse mercado de trabalho, fica a questão: o que buscar numa faculdade com cursos de ciências da saúde? Confira a seguir alguns pontos importantes sobre a Faculdade de Educação em Ciências da Saúde (FECS), que possui mais de 10 500 alunos ativos e 50 cursos da área de saúde para diferentes momentos da carreira acadêmica e profissional, entre técnico, pós-técnico, graduação, extensão, pós-graduação, residência e MBA.

TRADIÇÃO

Levar em consideração a experiência e a tradição da instituição é superimportante. No caso da FECS, os alunos aprenderão com quem é referência na área de saúde, já que a faculdade é do Hospital Alemão Oswaldo Cruz. “Trata-se de um hospital centenário, com mais de 120 anos, com certificações de qualidade e segurança em âmbito nacional e internacional, reconhecido pela qualidade assistencial. Toda a expertise do hospital está refletida na faculdade, seja pela participação dos profissionais que atuam no Oswaldo Cruz e também estão presentes na faculdade, seja pela disponibilização de suas áreas assistenciais e de gestão para as atividades práticas e de estágios dos cursos”, conta Letícia Faria Serpa, diretora acadêmica da FECS.

Faça um tour virtual!

EXPERIÊNCIAS REAIS

Buscar uma faculdade na qual é possível ter a oportunidade de fazer um curso que propõe a articulação da teoria com a prática ao vivenciar, por meio do estágio, processos assistenciais e de gestão em ambiente hospitalar durante toda a trajetória de formação é um grande diferencial para a carreira do aluno, que estará pronto para o mercado de trabalho. “Na FECS os melhores alunos têm grande oportunidade de serem contratados ao participar do processo seletivo do Hospital Alemão Oswaldo Cruz no final do curso”, revela Letícia.

INFRAESTRUTURA

Avaliar o que uma instituição oferece em termos de infraestrutura é muito importante, seja o conforto de uma sala de aula, o apoio de tecnologias que a universidade possui ou mesmo a sua localização. O novo espaço da FECS, por exemplo, fica em frente à estação Brigadeiro da Linha 2-Verde do Metrô de São Paulo.

O novo endereço também comporta novas infraestruturas. “O espaço traz uma proposta mais arrojada e inovadora para estimular cada vez mais o protagonismo dos alunos, com laboratórios de práticas e laboratório de realidade virtual e aumentada, que agregam valor aos conteúdos necessários ao desenvolvimento do aluno, preparando-o para um mercado de trabalho cada vez mais competitivo”, diz Letícia. O espaço conta com: 

  • 2 laboratórios específicos;
  • salas de aula híbrida (presencial e interação a distância);
  • laboratório de prática;
  • estúdio de vídeo moderno;
  • Centro de Inovação e Educação em Saúde.

O Centro de Inovação e Educação em Saúde do Hospital Alemão Oswaldo Cruz foi concebido para promover interação e diálogo entre os diferentes especialistas e times multidisciplinares e servir de cenário para o desenvolvimento de novas tecnologias e soluções voltadas para a saúde.

Centro de simulação realística: o local dispõe de manequins de alta fidelidade que reproduzem a anatomia e a fisiologia humana, com cenários reais do paciente em variadas situações clínicas.

Continua após a publicidade

Salas de realidade virtual: a realidade virtual ajuda na concentração, na visualização e no entendimento do corpo humano. A ferramenta é utilizada para a exploração do corpo humano em 3D em aulas de anatomia e fisiologia.

Impressoras 3D: com uma ilha de prototipagem rápida equipada com três impressoras 3D de diferentes tecnologias. Elas permitem que profissionais da saúde desenhem e produzam diversos dispositivos em polímeros de plásticos e resina.As impressoras 3D instaladas na inauguração do Centro de Inovação e Educação em Saúde, em setembro de 2019, são utilizadas na produção de modelos anatômicos para a educação médica e multiprofissional em saúde.

CORPO DOCENTE ATUANTE

Outro destaque é buscar universidades em que o corpo docente também seja atuante, no caso de ciências da saúde, nas áreas assistenciais/negócios. “O corpo docente da FECS é especializado e possui experiência nas áreas assistenciais e de gestão, trazendo maior significado para o aluno”, conta Letícia.

PREPARADOS PARA NOVOS TEMPOS

Durante a pandemia do novo coronavírus, a FECS readequou a forma de ensino. “A primeira delas foi a adequação das aulas presenciais para a modelagem Educação Conectada e Digital. Em tempo hábil, com o desafio de manter a qualidade do plano educacional e do processo de aprendizagem, tivemos diversas ações.” Abaixo algumas medidas tomadas pela instituição:

  • criação das salas virtuais, com definição dos recursos e estratégias pedagógicas mediadas pela tecnologia;
  • treinamento do corpo docente e coordenadores de cursos; 
  • treinamento dos alunos;
  • atendimento online na Secretaria Acadêmica e no Financeiro;
  • atendimento psicopedagógico online, muito importante nesse momento;
  • contratação de uma nova ferramenta de Educação Conectada para maior interatividade e segurança das informações;
  • apoio didático, de comunicação e soluções contínuas aos docentes e discentes no desenvolvimento das aulas online:
    – gravações de tutoriais sobre o uso dos recursos disponíveis na plataforma (AVA);
    – companhamento online pela coordenação nas salas virtuais de todas as disciplinas;
    – reuniões online com os representantes de todas as turmas juntamente com a coordenação e o financeiro;
    – atendimento online individual para escuta qualificada das necessidades e dificuldades de cada aluno.

    “Nossa vocação é cuidar de vidas. Se você quer aprender como fazemos, seu lugar é aqui!”, finaliza Letícia.

    Cursos ofertados para o vestibular 2021/2

    Bacharelado em Enfermagem (manhã e noite)

    Tecnologia em Gestão Hospitalar (EAD)

    Tecnologia em Radiologia (manhã e noite)

    Auxiliar e Técnico de Enfermagem (manhã, tarde e noite)

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade