Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Polícia Federal inicia operação contra quadrilha que fraudava vestibulares de Medicina

Mais de 70 mandatos de prisão devem ser cumpridos

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h41 - Publicado em 12 dez 2012, 13h36

A Polícia Federal (PF) deu início, nesta quarta-feira (12), à "Operação Calouro", que pretende desarticular organizações criminosas especializadas em fraudar vestibulares de Medicina.

– Veja os 5 melhores cursos de Medicina do Brasil

– MEC autoriza a criação de 1.615 vagas para o curso de Medicina em universidades federais

– MEC anuncia a criação de mais de 2,4 mil vagas em cursos de Medicina

Continua após a publicidade

Estão previstos o cumprimento de 70 mandatos de prisão e outros 73 mandatos de busca, expedidos pela Justiça Federal de Vitória, no Espírito Santo. Mais de 290 policiais federais estão envolvidos na operação. Eles atuarão em 10 Estados, além do Distrito Federal.

A investigação durou mais de um ano e seis meses. Com isso, a PF reuniu informações sobre fraudes em vestibulares de Medicina em todo o país, além de dados sobre os grupos de pessoas que articulavam os crimes.

De acordo com a PF, as organizações criminosas agem por meio de métodos clandestinos, como documentos falsos e a substituição do aluno durante os exames. Há também a falsificação de gabaritos e a transmissão de respostas por meios eletrôcos durante a prova de forma ilegal.

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular e Enem

 

Continua após a publicidade
Publicidade