Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Quer passar no vestibular em 2015? Veja dicas de como aproveitar os estudos durante o ano

A volta às aulas é o momento ideal para renovar suas táticas de preparação

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h47 - Publicado em 3 fev 2015, 17h21

As férias já acabaram e depois de descansar e curtir a folga, é hora de focar nos estudos para você começar o ano com tudo na batalha por uma vaga na universidade! Separamos algumas dicas para você mandar bem na sua preparação para o vestibular.

– Confira 9 dicas para organizar os estudos em ano de vestibular

– Veja dicas de como organizar o seu local de estudos

– Descubra os 10 melhores métodos de estudo para se preparar para o vestibular e Enem

Treinamento

“Eu comparo as voltas às aulas a um time de futebol ou basquete que fica parado por um tempo e depois volta ao campeonato. É preciso muito treino e aquecimento para retomar o ritmo”, revela Alberto Francisco do Nascimento, coordenador do cursinho Anglo. Por isso, quanto antes você começar a “treinar”, mais rápido vai se adaptar à rotina de novo!

Para praticar, nada melhor do que aproveitar o tempo em casa para estudar o que você viu na escola ou no cursinho. “Se você vai pra casa e não estuda, o conhecimento não é fixado e você vai esquecer tudo depois de um mês”, conta Alberto.

Disciplina e organização

O treino, claro, deve ser feito de forma regular. E, para isso, é preciso disciplina e organização que, segundo os coordenadores de cursinho entrevistados pelo GUIA, são ingredientes essenciais para pssar no vestibular. A tarefa é difícil, mas não impossível (afinal, as vagas nas universidades são ocupadas todos os anos por alguém. Quem sabe esse ano não é sua vez? :D).

Para quem está voltando às aulas agora, a dica é manter o ritmo e não deixar nada atrasar: matéria dada é matéria estuda.

Mas, existe alguma receita para ser organizado? Infelizmente não. Os coordenadores explicam que depende de cada estudante estabelecer uma rotina para sentar e rever o conteúdo visto em sala de aula. Como sugestão, o GUIA preparou tabelas especiais para te ajudar a pensar nos seus horários, confira!

– Confira a tabela de horário de estudos de um aluno que faz apenas cursinho

Continua após a publicidade

– Confira a rotina de estudos de um aluno que vai para escola de manhã e faz cursinho a tarde

– Confira a rotina de estudos de um aluno que trabalha o dia todo e faz cursinho a noite

– Confira a rotina de estudos para aluno que estudará em casa

Tire suas dúvidas

Outra dica muito importante, além da organização, é o hábito de tirar dúvidas. O dia da prova estará cada vez mais próximo e, se você é daqueles que deixa para estudar na última hora, cuidado! As dúvidas vão se acumular e você ficará sem tempo para perguntar aos seus professores ou aos seus colegas.

“O estudante precisa se preocupar em sanar as dúvidas mais importantes”, afirma Augusta. Uma das formas de identificar essas questões é fazendo simulados e verificando quais são os assuntos que você ainda tem dificuldade. Augusta explica: “É pra isso que serve o simulado. Além de representar a situação de prova, é também para medir o conhecimento”.

Dê prioridade para a leitura

Para melhorar seu desempenho é preciso também aumentar a quantidade de leituras que você faz. Você gosta de ler? Pode ser que você responda a essa questão com um sonoro “não!”. No entanto, a coordenadora Augusta recomenda que o estudante repense esse posicionamento. “Em ano de vestibular, o aluno perde o direito de dizer que não gosta de ler. Tem gente que me olha feio quando falo isso, mas no fim do ano se transforma em um leitor em potencial e isso é o que vale para mim”, conta.

O coordenador Alberto também reforça a importância da leitura: “Quando a gente quer passar no vestibular, é igual remédio, não é gostoso, mas cura”, brinca.

A dica para você que não gosta de ler é começar por coisas básicas, até rótulo de embalagem vale! Com o tempo você verá que seu desempenho nos simulados e vestibulares será melhor. ”Vestibulando precisa ler, principalmente quem vai prestar o Enem. Os alunos dizem ‘ah, a prova é muito cansativa, tem muito texto para ler’. Por que você acha que reclamam tanto? Porque não estão acostumados a ler”, argumenta a coordenadora Augusta.

Além da leitura dos livros recomendados pelos vestibulares, os especialistas indicam ler jornais e revistas. Esse tipo de leitura ajuda em duas questões: a capacidade de interpretação de texto e a interação nas atualidades. Alberto ainda acrescenta outro benefício: “a leitura ajudará os alunos a terem bons argumentos na hora de escrever a redação”, dá a dica.

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular e Enem

Continua após a publicidade
Publicidade