Assine Guia do Estudante ENEM por 15,90/mês
Continua após publicidade

Relógio e lápis continuam proibidos no Enem

Justiça Federal nega pedido do Ministério Público do Espírito Santo para liberar materiais

Por da redação
Atualizado em 16 May 2017, 13h56 - Publicado em 5 Nov 2010, 16h55

Se você já tinha separado o seu relógio para levar ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) amanhã, pode colocá-lo na gaveta. A Justiça Federal no Espírito Santo negou hoje (5/11) o pedido de liminar feito pelo Ministério Público do estado para que os candidatos do Enem pudessem utilizar relógio, lápis, borracha e apontador no dia da prova, que acontece nesse final de semana, 6 e 7 de novembro.

– Dicas do que fazer na véspera e no dia do Enem

A juíza do caso, Maria Cláudia Allemand, considerou que a decisão de vetar os objetos é necessária para garantir a segurança da prova e que não há nenhuma irregularidade em proibir o uso do relógio, lápis, borracha e apontador no dia da prova.

– O que comer no dia do Enem?

Continua após a publicidade

Em entrevista para o GUIA DO ESTUDANTE, o professor Eduardo Figueiredo, coordenador do cursinho Objetivo, de São Paulo, afirmou que a ausência do relógio pode ser um grande problema para o estudante, que terá em média três minutos para responder cada questão. "O relógio é fundamental para administrar esse tempo. A questão será contornada se todas as salas de aula tiverem relógios. Mas, o Brasil é muito grande, acho difícil que em todo lugar tenha um aparelho. E os candidatos que tiverem relógios nas salas de aula terão vantagem sobre os outros", alerta o professor.

– Tire todas as suas dúvidas sobre o exame na série de perguntas e respostas sobre o Enem

Com informações da Agência Brasil.

Continua após a publicidade

LEIA TAMBÉM

– "Aborto pode ser tema da redação do Enem", diz coordenador do cursinho Objetivo

– Notícias de Vestibular e Enem

Busca de Cursos

Continua após a publicidade
Publicidade
Relógio e lápis continuam proibidos no Enem
Universidades
Relógio e lápis continuam proibidos no Enem
Justiça Federal nega pedido do Ministério Público do Espírito Santo para liberar materiais

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se você já é assinante faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

DIGITAL
DIGITAL

Acesso ilimitado a todo conteúdo exclusivo do site

A partir de R$ 9,90/mês