Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

UFF vai destinar mais 10% das vagas para alunos de colégios públicos municipais e estaduais

Número vai se somar ao percentual de 12,5% das vagas estabelecido pela Lei de Cotas

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h41 - Publicado em 19 out 2012, 17h06

A Universidade Federal Fluminense (UFF) anunciou nesta sexta-feira (19) que, além de destinar o percentual de 12,5% das suas vagas em 2013 ao sistema de cotas previsto na nova lei, vai acrescentar mais 10% exclusivamente aos estudantes de escolas públicas municipais e estaduais, excluindo os colégios de aplicação militares e as escolas técnicas.

De acordo com o reitor da UFF, Roberto Salles, a decisão de privilegiar escolas municipais e estaduais se deve ao fato de que a Lei de Cotas considera como escolas públicas também os colégios federais, militares e de aplicação, cujos alunos, segundo ele, “são tão bem preparados quanto os das melhores escolas particulares”. Isso, afirma, acaba não favorecendo a inclusão dos mais necessitados.

Os colégios citados por Salles lideram os rankings de avaliações do Ministério da Educação, enquanto as escolas públicas municipais e estaduais, em média, estão em piores lugares. "Os estudantes de colégios federais, universitários, militares e de aplicação competem em igualdade de condições com aqueles que estudam nas melhores escolas do país", diz nota divulgada pela UFF (leia na íntegra aqui).

O próximo vestibular será realizado 100% pelo Sistema Único de Seleção (Sisu), mas, para o vestibular de 2014, a universidade está analisando a possibilidade de realizar uma segunda fase em sua seleção, para garantir o padrão UFF, explicou Roberto Salles.

 

LEIA MAIS:

– Notícias de vestibular e Enem

 

Continua após a publicidade

Publicidade