logo-ge

UFRGS divulga lista de obras obrigatórias para o vestibular 2018

A instituição anunciou a exclusão de quatro títulos e a inclusão de três livros e um álbum

Já se preparando para o vestibular 2018, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) divulgou a sua nova lista de obras obrigatórias para a realização da prova. O catálogo continua com o mesmo tamanho, com 12 títulos, já que os quatro excluídos foram substituídos por outros quatro.

Confira as inclusões:

  • “A máquina de fazer espanhóis”, de Valter Hugo Mãe
  • “Quarto de Despejo”, de Carolina de Jesus
  • “Diário da queda”, de Michel Laub
  • “Elis & Tom”, álbum de Elis Regina e Tom Jobim

A novo repertório agora conta com oito livros, sermões, uma peça teatral, uma coletânea de poemas e um álbum de estúdio. Como todos os anos este processo seletivo conta com, pelo menos, uma obra musical, o disco de Elis Regina e Tom Jobim passa a substituir o “Tropicalia ou panis et circensis”, produzido por vários artistas, inclusive Caetano Veloso, Gal Costa e Gilberto Gil.

Veja como ficou a relação completa de obras obrigatórias da universidade:

  • “A Hora da Estrela”, de Clarice Lispector
  • “O Cortiço”, de Aluísio Azevedo
  • “Dom Casmurro”, de Machado de Assis
  • “A máquina de fazer espanhóis”, de Valter Hugo Mãe
  • “Quarto de Despejo”, de Carolina de Jesus
  • “Diário da queda”, de Michel Laub
  • “Morangos Mofados”, de Caio Fernando Abreu
  • “O Continente”, de Érico Veríssimo
  • “Sermão pelo Bom Sucesso das Armas de Portugal Contra as de Holanda”, “Sermão da Sexagésima” e “Sermão de Santo António aos Peixes”, do padre Antônio Vieira
  • “Gota d’Água”, peça teatral de Chico Buarque e Paulo Pontes
  • “Elis & Tom”, álbum de Elis Regina e Tom Jobim
  • Coletânea com 17 poemas, de Fernando Pessoa [Autopsicografia; Isto; Pobre velha música; Qualquer música; Natal… Na província neva; Ela canta, pobre ceifeira; Não se se é sonho, se realidade; Não sei quantas almas tenho; Viajar! Perder países!; Liberdade; Lá fora um redemoinho de sol os cavalos do carrossel… (poema V de Chuva Oblíqua); O maestro sacode a batuta (poema VI de Chuva Oblíqua); Padrão; Noite; O infante; Mar português e Nevoeiro]

Entre as exclusões há três livros (um deles de contos) e um álbum. Os títulos retirados foram:

  • “A noite das mulheres cantoras”, de Lídia Jorge
  • “O amor de Pedro por João”, de Tabajara Ruas
  • “Dançar tango em Porto Alegre: e outros contos escolhidos”, de Sergio Faraco
  • “Tropicalia ou panis et circensis”, álbum de Caetano Veloso, Gal Costa, Gilberto Gil, Nara Leão, Os Mutantes e Tom Zé