Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Um terço dos calouros da Unicamp estudaram em escola pública no Ensino Médio

Universidade acredita que programas de inclusão social contribuíram para o resultado

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h52 - Publicado em 25 abr 2013, 18h18

A porcentagem de estudantes de escola pública que se matricularam esse ano na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) atingiu os 33,3% do total de alunos. Das 3.320 vagas da instituição, 1.107 foram ocupadas por candidatos da rede pública. A partir deste ano, o índice leva em consideração, além dos estudantes aprovados no vestibular da Unicamp, também os ingressantes através do Programa de Formação Interdisciplinar Superior (ProFis), que formou sua primeira turma em 2012 com 53 alunos.

– Fuvest, Unesp e Unicamp divulgam calendário do vestibular 2014

– Unicamp abre inscrições para pedido de isenção de taxa para o vestibular 2014

Em relação ao número de inscritos no vestibular, o percentual de estudantes da rede pública foi de 28%, o que representa 17.509 candidatos. O processo seletivo para ingresso em 2013 registrou recorde de inscritos, com 67.403 candidatos. O índice de matriculados autodeclarados pretos, pardos e indígenas (de acordo com a classificação do IBGE) dentre os ingressantes da rede pública em 2013 é de 8,3%, ou seja, 277 estudantes. O índice geral de pretos, pardos e indígenas matriculados na Unicamp em 2013 é de 14,2%: 472 estudantes.

Programas de inclusão social

A Unicamp acredita que os dados apontam o impacto dos programas de inclusão social na instituição. O Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social da Unicamp (PAAIS), implantado em 2004, bonifica os candidatos da rede pública na nota final e prevê que estudantes que tenham cursado todo o ensino médio na rede pública brasileira recebam 30 pontos a mais na nota final da segunda fase. Candidatos autodeclarados pretos, pardos e indígenas que tenham cursado o ensino médio em escolas públicas também têm, além dos 30 pontos adicionais, mais dez pontos acrescidos à nota final.

Continua após a publicidade

Já o ProFis, que formou sua primeira turma em 2012, para ingresso em 2013, é um curso sequencial de dois anos que possibilita o ingresso, na Unicamp, de estudantes das escolas públicas de Campinas, selecionados pelas notas do Enem.

Isenção da taxa

A Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) está com inscrições abertas para os candidatos interessados em solicitar a isenção da taxa de inscrição do vestibular 2014. As inscrições devem ser realizadas até dia 28 de maio, pelo site da Comvest. Para finalizar o processo de inscrição, o candidato deve enviar a documentação necessária (descrita no Edital), pelo correio, para a sede da comissão até 28 de maio.

As isenções são oferecidas em três modalidades: 1- para candidatos provenientes de família de baixa renda (renda líquida máxima de R$ 750,00 por morador do domicílio); 2- funcionários da Unicamp/Funcamp; e 3- para aqueles que se candidatarem aos cursos de Licenciatura em período noturno (Ciências Biológicas, Física, Letras, Licenciatura Integrada Química/Física, Matemática e Pedagogia).

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular e Enem

Continua após a publicidade

Publicidade