Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Unicamp cria 3 cursos de Engenharia e Faculdade de Enfermagem

Universidade também lançou o curso de Sistemas da Informação

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h32 - Publicado em 8 ago 2012, 17h29

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) anunciou na última terça-feira (7) a criação de quatro novos cursos de graduação. Três deles se localizam no campus de Limeira: Engenharia de Telecomunicações (50 vagas), Sistemas de Informação (45), Engenharia Ambiental (60 vagas), oferecidos pela Faculdade de Tecnologia. No campus de Campinas foi criado o curso de Engenharia Física (15 vagas). Além dos cursos, também será inaugurada a Faculdade de Enfermagem, que anteriormente funcionava no departamento da Faculdade de Ciências Médicas.

– Fuvest, Unicamp e Unesp definem calendário do vestibular 2013

– Fuvest e Unicamp divulgam nova lista de livros para os próximos vestibulares

O Conselho Universitário (Consu) também decidiu encerrar as atividades dos cursos de Tecnologia em Sistemas de Telecomunicações e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, que terão suas vagas absorvidas pelos novos cursos de Engenharia de Telecomunicações e Sistemas de Informação. As vagas a serem oferecidas pelo curso de Engenharia Ambiental serão provenientes dos cursos de Tecnologia em Construção de Edifícios (30 vagas) e Tecnologia em Controle Ambiental (30 vagas).

Continua após a publicidade

O foco da Unicamp é aprofundar as pesquisas em tecnologia, segundo José Geraldo Pena de Andrade, diretor da Faculdade de Tecnologia. De acordo com o professor, as alterações não exigirão mudanças estruturais significativas. “Teremos que fazer somente uma ou outra adequação, visto que já contamos, por exemplo, com laboratórios”, disse.

A criação e a extinção dos cursos foi amplamente debatidada pela instituição, segundo a Unicamp. O curso de Engenharia Física, por exemplo, vinha sendo discutido há muito tempo na Unicamp. “Trata-se de um curso que já está consolidado em outros países e que vem sendo gradativamente implantado no Brasil, devido à sua importância”, destaca Marcelo Knobel, pró-reitor de graduação da universidade.

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular

– Saiba tudo sobre o Enem

Continua após a publicidade

Publicidade