Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Unicamp divulga expectativa da banca para a prova de redação do vestibular 2014

Propostas pediram relatório e carta aberta aos candidatos

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h32 - Publicado em 14 nov 2013, 18h17

A Comissão Permanente para o Vestibular (Comvest), responsável pelo processo seletivo da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), divulgou nesta quinta-feira (14) a expectativa da banca para a prova de redação do vestibular 2014, realizado no último domingo (10).

– Confira os cadernos de provas da primeira fase do vestibular 2014 da Unicamp
– Unicamp libera gabarito oficial da primeira fase do vestibular 2014

REDAÇÃO: EXPECTATIVAS DA BANCA
TEXTO 1
Espera-se que o candidato se coloque como um dos responsáveis pela elaboração e execução de um projeto de oficina cultural voltada para sua comunidade escolar. Nessa condição, ele deverá redigir um relatório das atividades desenvolvidas na oficina. O candidato deve atentar para o fato de que o destinatário do texto é uma comissão avaliadora, composta por professores, encarregada de aprovar ou reprovar o relatório. Espera-se que sejam contempladas as três partes do relatório: a apresentação do projeto (público-alvo, objetivos e justificativa), o relato das atividades desenvolvidas e comentário(s) sobre os impactos das atividades na comunidade. É preciso que cada uma dessas partes esteja redigida de forma compatível com as funções textuais pressupostas: nas duas primeiras partes, o texto do relatório deve estar estruturado de maneira a descrever o que foi proposto e relatar o que de fato aconteceu e como aconteceu; na parte final, o texto deve comentar os impactos das atividades na comunidade (pontos positivos e negativos do projeto).
TEXTO 2
Espera-se que o candidato assuma a perspectiva de um membro de uma associação de bairro de uma grande cidade preocupada com os problemas de trânsito enfrentados pelos moradores. Ele deve redigir uma carta aberta sobre a questão da mobilidade urbana, a ser divulgada nas redes sociais. É necessário que o candidato considere como destinatárias as autoridades municipais encarregadas de implementar as ações para o enfrentamento dos problemas de mobilidade urbana. O candidato deve argumentar em favor de suas reivindicações baseando-se nas informações apresentadas nos trechos dos textos lidos pelos membros da associação. O candidato pode utilizar outras informações para fundamentar sua argumentação.

A prova teve um número recorde de inscritos: 73.818 candidatos, que iriam disputar 3.460 vagas em 69 cursos da Unicamp e dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp). Destes, 9,93% (ou 5.113 pessoas) não compareceram para fazer a prova.

A primeira fase teve duas partes: a Redação, em que o candidato deveria produzir dois textos de gêneros diversos, e a parte de Conhecimentos Gerais, com 48 questões de múltipla escolha, baseadas nos conteúdos das diversas áreas do conhecimento desenvolvidas no ensino médio.

Continua após a publicidade

Segundo Célio Tasinafo, coordenador do cursinho Oficina do Estudante, de Campinas (SP), a prova trouxe “questões de nível médio para fácil e não trouxe surpresas para quem se preparou para este vestibular”.

Segunda fase

A segunda fase está marcada para os 12, 13 e 14 de janeiro, com provas dissertativas. O primeiro dia terá prova de Língua Portuguesa e Literatura e Matemática; o segundo dia terá Ciências Humanas e Artes e Língua Inglesa; o último dia terá Ciências da Natureza.

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular e Enem

Continua após a publicidade
Publicidade