logo-ge

Unicamp reduz lista de obras obrigatórias para o Vestibular 2021

A Comvest também decidiu reduzir o número de títulos de leitura obrigatória, a partir do vestibular de 2022

Por conta da pandemia do coronavírus, a Comvest decidiu reduzir o número de obras de leitura obrigatória para o Vestibular Unicamp 2021. A lista, que inicialmente incluía 12 obras, será reduzida para sete. A decisão leva em consideração a dificuldade de acesso a bibliotecas e os efeitos na educação pública e privada durante a crise mundial de saúde que enfrentamos.

Obras de leitura obrigatória para o Vestibular Unicamp 2021

Sonetos escolhidos, de Camões;
Sobrevivendo no Inferno, do grupo Racionais Mc’s;
O Espelho, de Machado de Assis;
O Marinheiro, de Fernando Pessoa;
A Falência, de Júlia Lopes  de Almeida;
O Ateneu, de Raul Pompeia;
Sermões, de Antonio Vieira.

*Ficam excluídas as obras: A teus pés; O seminário dos ratos; História do cerco de Lisboa; Quarto de despejo; A cabra vadia.

Veja também

A Comvest também decidiu reduzir a lista de títulos de leitura obrigatória, a partir do vestibular da Unicamp 2022: de 12 para 10 obras. Serão substituídas quatro obras da lista atual para a lista que será exigida em 2022.

Confira a lista de obras obrigatórias do Vestibular Unicamp 2022

Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso Enem do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a centenas de videoaulas com professores do Poliedro.