Clique e assine GE Play por R$16,90

Artes Plásticas

O campo de trabalho é tão vasto quanto as próprias artes. Mas ser um profissional da área é diferente de outras carreiras; veja as dicas

Por Redação - 27 set 2010, 11h47

De cara já dá pra saber: a profissão de artista plástico é bem diferente da maioria. É difícil haver uma rotina e é preciso saber lidar com altos e baixos da oferta e demanda de trabalhos. Mas não se trata de um bicho de sete cabeças. O artista plástico Gabriel Centurion, formado pela Unicamp, dá conselhos a quem pretende cursar essa faculdade.

Ele conta que, além do trabalho de artista propriamente dito, vendendo as próprias obras e expondo em galerias e afins, é possível trabalhar para empresas, como ilustrador ou designer, ou ainda na educação, como professor.

Mas Gabriel alerta: você precisa ter uma boa dose de autogerenciamento, saber ser seu próprio chefe, correr atrás de trabalho, devido à insegurança normal do mercado de Artes Plásticas.

– Saiba tudo sobre Artes Plásticas no Guia de Profissões
– Teste profissional? Artes Plásticas combina com você? Confira!

Continua após a publicidade
Publicidade