logo-ge

5 dicas para aprender matemática

Conheça métodos simples para vencer de vez o medo dessa matéria

O Guia do Estudante recebe muitas mensagens de estudantes que têm dificuldade em lidar com problemas de matemática. Isso é compreensível: nessa disciplina, não basta ler e compreender o conteúdo; é preciso raciocinar, aplicar e treinar muito.

Sabendo que disciplinas diferentes exigem métodos de estudo diferentes, listamos a seguir cinco dicas para você aprender matemática. Elas foram inspiradas no livro “As melhores técnicas de estudo”, de Bernabé Tierno (Editora Martins Fontes).

1. Certifique-se de que você compreendeu bem os conteúdos anteriores

É impossível empurrar os estudos de matemática com a barriga: se você não aprendeu o básico, não vai conseguir avançar. Se está com muita dificuldade em algum conteúdo dessa disciplina, o problema pode estar em algo que você deixou de compreender anteriormente – talvez alguma operação básica, a leitura e a construção de gráficos ou certas fórmulas. Entenda quais são os conceitos necessários para aprender o tópico que você está estudando e volte a eles para se certificar de que realmente os aprendeu (ou simplesmente para refrescar a memória).

2. Estude quando estiver em boas condições físicas e mentais

Matemática exige um tempo de estudo de qualidade. Não adianta tentar aprender um conceito novo se estiver sem dormir ou com muitas preocupações na cabeça. Simplesmente não vai rolar. “Essa matéria requer um estado especial de lucidez mental e descanso físico”, diz o livro de Bernabé Tierno.

3. Não tenha pressa

Não adianta: por mais esperto que você seja, matemática não é algo que dá para aprender correndo ou de última hora. Esteja disposto a ficar um período mais longo na cadeira e tenha paciência: será preciso fazer e refazer muitos exercícios para aplicar e testar o que você está aprendendo.

4. Entenda de onde vêm as fórmulas matemáticas

Você sabe que as fórmulas matemáticas não vêm do nada – elas são uma síntese de algo que foi demonstrado antes. A melhor maneira não só de memorizá-las, mas principalmente de saber quando e como aplicá-las é compreender essa origem. Portanto, sempre que se deparar com uma nova fórmula, procure entender como se chegou até ela e tente demonstrá-la você mesmo.

5. Verbalize o que está fazendo

Eis uma importante diferença entre matemática e matérias que exigem muita leitura: enquanto essas últimas requerem um estudo mais quieto para que você possa compreender o que está lendo, a melhor forma de entender matemática é explicando para si mesmo (em voz alta ou não) cada operação que realizando. Para facilitar o processo, você pode imaginar que está explicando o problema a um colega que tem dificuldade na matéria. Explique de forma clara e compreensível cada um dos seus passos na resolução do exercício, por que executou cada um deles e o que resultou disso.

Tem mais alguma dica? Compartilhe com a gente nos comentários!

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s