logo-ge

Como você se sairia na Olimpíada de Matemática? Baixe as provas!

Prova é concebida de modo que o aluno possa resolver as questões usando de lógica, raciocínio e criatividade

Você já participou de alguma olimpíada de matemática? Já parou para pensar em como funciona essa competição?

A primeira fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) 2017 foi realizada no dia 6 de junho e os gabaritos acabaram de ser divulgados, bem como as provas – e esse material é ótimo para quem está querendo treinar a matéria. Clique aqui para acessar.

A Olimpíada tem duas fases: a primeira consiste na aplicação de prova de múltipla escolha com 20 questões aos alunos inscritos pelas escolas. A segunda fase (que vai acontecer no dia 16 de setembro) envolve a aplicação de uma prova discursiva aos alunos que tiveram as maiores notas na etapa anterior. Há três níveis de dificuldade das provas, de acordo com a escolaridade dos participantes: o nível 1 é para estudantes de 6º e 7º anos do Ensino Fundamental, o nível 2 é para 8º e 9º anos e o nível 3 é para quem está no Ensino Médio. 

Podem participar alunos de escolas públicas municipais, estaduais e federais ou (e isto é novidade este ano) de escolas privadas. A inscrição é feita somente pelas escolas, que indicam quantos alunos irão participar da 1ª Fase da olimpíada. A premiação será separada para as escolas públicas e privadas.

Para gostar de matemática

Engana-se quem pensa que a olimpíada é só para os gênios das exatas. “Essa olimpíada é concebida não para alunos que já conheçam a matemática. Ao contrário, visa despertar o interesse do aluno e mostrar que a matemática é muito mais ampla do que o que é ensinado na escola. A prova é concebida de modo que o aluno possa resolver as questões sem saber muita matemática, só com um pouco de lógica, raciocínio e criatividade”, explicou Claudio Landim, coordenador nacional da Obmep. De acordo com ele, isso tem ajudado não só a fazer com que a matéria ganhe a simpatia dos estudantes, mas também tem feito muitos descobrirem uma paixão que não conheciam pela área de exatas.

Veja também

A participação nessa olimpíada é enorme: em 2016, foram 17,8 milhões de inscritos de 99,6% dos municípios brasileiros e 47 mil escolas. Além das 500 medalhas de ouro, 1.500 de prata e 4.500 de bronze, outras 45 mil menções honrosas foram distribuídas entre os participantes nessa última edição. Para saber mais, entre no site da Obmep.