logo-ge

Confira 5 documentários legais que vão te ajudar a entender o consumismo no mundo

Você é desses que acha que assistir a um documentário é o mesmo que pedir para ter uma morte lenta? É hora de rever essa sua ideia… O formato é ótimo para se informar, ampliar a visão de mundo e de quebra conseguir uns bons argumentos para discussões. Existem documentários muito interessantes sobre os mais diversos temas! Quer uma prova? Separamos aqui 5 opções para quem quer saber mais sobre as relações de consumo no mundo.

Para terem uma ideia de como é importante entender o assunto: o Enem 2014 cobrou como tema de redação a publicidade infantil, que tem tudo a ver com a febre do consumismo na atualidade. Sem contar as questões que sempre aparecem em vestibulares sobre isso… Depois de assistir a esses documentários, você vai tirar tudo isso de letra! Confira a lista:

“Ilha das Flores”

Se fosse para chutar uma estatística, diria que 9 entre 10 estudantes já assistiram a esse documentário na escola, de tão famoso que ele é. Mesmo que muita gente já tenha visto, é um clássico e quem não viu precisa ver. Ajuda a entender como funciona o sistema de produção capitalista, a base do consumismo. Vale a pena assistir para entender como a economia gera a desigualdade social.

Ano: 1989
País: Brasil
Duração: 13 min
Direção: Jorge Furtado

“A história das coisas” (The Story of Stuff)

Documentário essencial para entendermos o processo de produção das coisas e como o nosso consumo disparado contribuiu para destruir o planeta. Sabia que só nas últimas três décadas consumimos 33% de todos os recursos naturais da Terra? Eu sabia que devia ser um número alto, mas não TÃO assustador assim. Só descobri depois de assistir. Outras informações também vão fazer você parar e pensar… O documentário ficou tão conhecido que tem até uma versão dublada no YouTube. Se preferir, dá para assistir a essa outra versão por aqui.

Ano: 2007
País: Estados Unidos
Duração: 21 minutos
Direção: Louis Fox

“Obsolescência programada” (The Light Bulb Conspiracy)

O documentário define a obsolência programada como “o motor secreto da nossa sociedade de consumo”. A expressão define a prática corrente da indústria de determinar a duração curta para alguns produtos com o objetivo de estimular o consumo das versões mais atuais. Você vai se identificar com a situação do começo do filme rapidamente, afinal, quantas vezes já não aconteceu de precisarmos consertar um equipamento e o conserto sair mais caro do que um novo?

Ano: 2010
País: Espanha
Duração: 75 minutos
Direção: Cosima Dannoritzer

“Criança, a alma do negócio” e “Muito além do peso”

O Enem 2014 cobrou como tema de redação a questão da publicidade voltada para crianças. Se alguém assistiu a um desses documentários, com certeza teve bastante argumento! Em 2008, o Instituto Alana, em parceria com a produtora de filmes Maria Farinha, fez o documentário “Criança, a alma do negócio” para alertar sobre o resultado devastador dos apelos de mercado voltados ao público infantil e propõe uma reflexão sobre questões como ética e responsabilidade de cada um na proteção da criança frente ao consumo. Como desdobramento do assunto, em 2012 foi lançado o documentário “Muito além do peso” que coloca em debate a qualidade da alimentação das crianças e os efeitos da comunicação mercadológica de alimentos dirigida a elas.

Criança, a alma do negócio

Ano: 2008
País: Brasil
Duração: 50 minutos
Direção: Estela Renner

Muito além do peso

Ano: 2012
País: Brasil
Duração: 84 minutos
Direção: Estela Renner

___________________

Já assistiu a algum da lista ou tem outras sugestões para acrescentar? Compartilhe com a gente nos comentários! 😀