Guia do Estudante

Consulte o Orientador

Já comecei vários cursos, mas não terminei nenhum.

Olá, eu já passei por vários cursos e não concluo nenhum, pois não me identifico com nada. Fiz direito e larguei, fiz publicidade e marketing e larguei, devo procurar algo que me de dinheiro ou que me faça feliz? Eu já tenho 23 anos e tenho que tomar um rumo na vida, obrigado.

enviado por Mauricio

Antes de partir para uma nova escolha, o primeiro passo em seu caso é refletir profundamente sobre a forma e os motivos de suas "escolhas" anteriores. Você escolheu por "tentativa e erro"? Pela sugestão de outras pessoas? Por imagens parciais ligadas a status das profissões, perspectivas de remuneração? Por considerar que certas disciplinas dos cursos poderiam dar continuidade aos interesses anteriores vivenciados durante a educação básica?

Na verdade, estes e outros elementos (que você pode identificar em dezenas de outras respostas expostas nesta seção do Guia do Estudante) fazem parte do processo de reflexão necessário para uma escolha mais consciente. Partir de apenas uma destas variáveis pode induzir a escolhas não satisfatórias.

Reflita também sobre os motivos que o levaram a desistir das opções feitas. Em todo curso há disciplinas e conteúdos que podem não ser muito atrativos; para superar tais indisposições é necessário que o graduando tenha em mente o objetivo maior que é a atuação profissional posterior.

Há ainda um fator importante a considerar: o primeiro ano de qualquer curso sempre tem caráter introdutório, em que há pouca exposição de conteúdos específicos e centrais da formação, ou seja, aqueles que "dão a cara" da profissão. É preciso identificar toda a estrutura curricular para maior clareza sobre a formação, o que você realiza pesquisando a grade curricular do curso e conversando com alunos mais avançados em termos de períodos.

As escolhas que uma pessoa realiza envolvem diferentes fatores, como oportunidades concretas que se apresentam para sua realização e intensidade de esforços que ela quer e pode dedicar para o alcance de seus objetivos. De outra forma, a atração por determinada profissão é fundamental para o aumento da motivação, o que pode compensar remunerações não tão atraentes, bem com permitir que uma pessoa desponte nesta profissão e receba rendimentos maiores que a média de seus profissionais. No entanto o mercado de trabalho tem regras próprias, o que pode limitar as oportunidades mesmo ao profissional mais capacitado e motivado.

Construa um processo fundamentado para realizar sua escolha. Informe-se sobre todas as profissões na seção Profissões e Universidades deste site e descarte aquelas que estão bem longe de seus interesses.

ESPECIAL: Como escolher o curso que melhor se encaixa em seu perfil?
Clique aqui e faça o teste profissional do GUIA DO ESTUDANTE

O segundo passo é avaliar sua história pessoal no sentido de que valores vocês traz consigo, que experiências foram positivas ou trouxeram desafios que você deseja superar, que contatos com profissões você já teve e como você os avalia.

Busque então se informar sobre a dinâmica do trabalho em nossa sociedade, principalmente em relação às profissões que estejam disputando sua escolha: variações da economia, os projetos políticos em jogo, desenvolvimento de novas tecnologias, remuneração média são alguns dos elementos a serem considerados

Escolhe uma profissão é um processo complexo. Não há uma resposta simples e direta. É você que deve construir esta resposta depois de pensar sobre as questões expostas.

Depois de refletir sobre você mesmo, sobre a realidade do trabalho em nossa sociedade e sobre as profissões, haverá um momento em que você terá que tomar um "ato de coragem", ou seja, que assumirá os riscos inevitáveis diante do futuro. Mas serão riscos que correrá com confiança e conscientemente.

Compartilhe