Guia do Estudante

MODA

Bacharelado

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

É a arte de criar e comercializar peças de vestuário e acessórios, seguindo estilos e tendências. O profissional de moda desenha roupas e produtos, como joias, cintos e calçados, e define estilos e modelagens. Analisa tendências de comportamento para desenvolver coleções adaptadas ao gosto do público-alvo e promove a comercialização dos artigos. Responsabiliza-se pela aquisição de matérias-primas e desenha estampas nas indústrias têxteis ou modelos nas confecções. Como gestor, pode pesquisar o mercado consumidor, estabelecer estratégias de marketing para campanhas de lançamento de produtos e cuidar da promoção de vendas. Está habilitado também a trabalhar no departamento de compras de grandes magazines. Pode, ainda, prestar assessoria de moda para pessoas ou para grandes lojas. Neste caso, o profissional define a disposição dos produtos nas vitrines e escolhe as coleções a ser compradas.

   

   

Mercado De Trabalho

“Existem muitas escolas e o número de graduados lançados no mercado a cada ano já é suficiente para atender a demanda”, diz Raquel Valente, coordenadora do bacharelado da Fasm, em São Paulo. “Então para se destacar nesse mercado concorrido, o profissional deve ter espírito empreendedor e inovador, e se especializar em alguma área.” O bacharel tem as melhores oportunidades na área de criação. Já o tecnólogo é mais procurado para a área operacional e tarefas administrativas. “A especialização que oferece melhores oportunidades ainda é a de estilista em confecção feminina, por ser o maior segmento da indústria de moda”, diz a coordenadora da Fasm. São Paulo, capital e interior, abriga o maior número de indústrias e lojas de moda. Rio de Janeiro e São Paulo estão entre os 25 maiores centros de moda do mundo – daí as grandes oportunidades nessas cidades, especialmente para o especialista em criação. O sul de Minas Gerais e a capital Belo Horizonte, Ceará, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e Pernambuco também se destacam. Na região Sul, fabricantes de artigos em couro e malharias costumam contratar os graduados.

Salário inicial: R$ 3.000,00, na cidade de São Paulo (fonte: profa. Raquel Valente, da Fasm);

As melhores escolas

5 estrelas

SC Florianópolis Udesc Moda (design de moda), SP São Paulo Fasm Moda;

4 estrelas

CE Fortaleza UFC, GO Goiânia UFG, PA Belém Unama Moda, PR Londrina UEL, RJ Rio de Janeiro Senai- Cetiqt Design (moda), RS Porto Alegre UniRitter, SC Blumenau Furb Moda (estilismo ind.), SP São Paulo Belas Artes, Senac-SP Design de Moda (estilismo); Design de Moda (modelagem), Universidade Anhembi Morumbi Design de Moda; Neg. da Moda;

3 estrelas

GO Goiânia Universo-GO, MG Belo Horizonte Fumec, UNA Moda, PE Santa Cruz do Capibaribe Fadire, PR Curitiba UTP, Maringá UniCesumar Moda, RJ Rio de Janeiro UVA-RJ Moda, RS Novo Hamburgo Feevale Moda, Porto Alegre IPA, SC Balneário Camboriú Univali, Brusque Unifebe, Guaramirim Fameg Design (moda), Indaial Uniasselvi Design-Moda, Joinville Univille Design (moda), SP São Paulo Faap, FMU Moda (coord. de moda e ger. de prod.), FPA-SP;

Curso

Antes de escolher se fará um bacharelado ou um tecnológico, é preciso definir em qual área da moda você pretende atuar. Isso porque tanto o bacharelado quanto o tecnológico oferecem carreiras voltadas para estilismo, modelagem, negócios e produção. O currículo do bacharelado, com maior ênfase na parte teórica e mais abrangente, varia conforme as habilitações oferecidas pela escola, mas, geralmente, possui disciplinas como história da arte, cultura da moda e criação, desenho e estilismo. Os cursos com ênfase em design e modelagem propõem como trabalho de conclusão a criação ou o desenvolvimento de uma coleção de moda. Já aqueles focados em negócios e gestão de moda exigem dos formandos a elaboração de um plano de negócios com ações para o fortalecimento de marcas e a comercialização dos produtos.

Duração média: quatro anos.

Outros nomes: Artes e Design (moda); Des. ind. (design de moda); Design da Moda e estilismo; Design de Moda e Vestuário; Moda; Moda e Design; Moda e estilismo; Neg. da Moda.


Alguns cursos tecnológicos se voltam especificamente para as atividades industriais, enquanto outros dão maior ênfase à criação de moda. Seja como for, o currículo é carregado de disciplinas práticas, com oficinas nas quais você aprende as diversas técnicas de estilismo, de desenvolvimento de coleções, modelagem, corte e costura. Matérias como administração, gestão de processos produtivos, tecnologia do vestuário e mercadologia visam a preparar o aluno para atuar no gerenciamento de todo o processo industrial, da compra de matéria-prima à colocação do produto final no mercado. O estágio complementa a formação do aluno.

Duração média: três anos.

Outros nomes: Moda; prod. de/do Vestuário.


O que você pode fazer

Consultoria

Trabalhar como personal stylist, ajudando os clientes a combinar roupas, cores e estilos.

Coordenação

Gerenciar a compra de coleções de roupas para lojas e magazines. Coordenar as equipes de estilos, tanto em indústrias e confecções como em magazines, e orientá-las para as tendências da moda.

Design/estilismo

Criar roupas (estilismo), joias, bijuterias, calçados e bolsas (design de acessórios) ou desenhar estampas e padrões e elaborar novos tecidos para tecelagens (design têxtil).

Fotografia

Acompanhar a produção de fotos de moda para revistas, catálogos, exposições e anúncios.

Gerenciamento

Desenvolver produtos e supervisionar a compra de materiais para sua produção e comercialização.

Modelagem

Transpor para moldes os desenhos dos estilistas, desenvolvendo modelos-piloto para orientar a produção.

Negócios

Atuar como gestor na cadeia de produção, distribuição, divulgação e comercialização da moda e desenvolver estratégias de negócios e marketing.

Produção

Fazer desfiles, catálogos, editoriais de revistas e organizar campanhas publicitárias.

Compartilhe