Guia do Estudante

PRODUÇÃO EDITORIAL

Bacharelado

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

É o conjunto de atividades envolvidas na edição e na publicação de obras impressas ou eletrônicas. O profissional coordena a edição de livros, revistas, catálogos, folhetos, websites e produtos interativos. Com visão ampla do negócio, é ele quem seleciona os títulos que serão publicados e define com o autor o conteúdo e a forma da obra. O produtor editorial é quem determina o tipo e o tamanho das letras, o papel e as cores, a paginação e as fotos ou ilustrações. Ele estabelece a tiragem, a periodicidade, a época de lançamento e a distribuição da publicação. Para isso, supervisiona todo o processo de produção, controla prazos e orçamento. No marketing, o profissional cuida do lançamento de publicações e cria produtos de acordo com as tendências do mercado.

Mercado de Trabalho

As novas tecnologias estão, aos poucos, modificando o mercado de produção editorial. Aparelhos audiovisuais e digitais, como os audiobooks e os e-books, e o desenvolvimento de conteúdos para celular e tablets abrem oportunidades para esse profissional. Especialista na edição de textos e imagens, o produtor editorial deve conhecer ambientes digitais, saber editar conteúdos para sites e dominar técnicas de software. As editoras ainda são o maior empregador desse produtor, que é contratado para elaborar e coordenar projetos de livros. “O mercado tem absorvido todos os nossos egressos, já a partir do segundo ano. Surgem regularmente novas editoras, que precisam do profissional qualificado”, diz Plinio Martins Filho, professor e coordenador do curso de Editoração da ECA-USP. Há boas oportunidades em empresas que comercializam livros encomendados pelo governo, como os didáticos, ou indicados ou adotados por instituições religiosas, científicas e técnicas, que, por isso, são vendidos em massa. A maioria das oportunidades de trabalho concentra-se no eixo Rio-São Paulo, onde está instalada a maior parte das empresas de comunicação e editoras existentes no país.

Salário inicial: de R$ 1.600,00 a R$ 2.000,00 para assistente editorial (fonte: prof. Plinio Martins Filho, da USP).

As melhores escolas

4 estrelas

SP São Paulo Universidade Anhembi Morumbi Prod. Editorial e Multimeios, USP Comun. Soc. (edit.).;

3 estrelas

RJ Rio de Janeiro UFRJ Comun. Soc. (prod. editorial), SP São Paulo Facs. Int. Rio Branco Comun. Soc. (edit.).;

Curso

Nos dois primeiros anos, o aluno tem aulas de disciplinas básicas, como filosofa, sociologia e teoria da comunicação. As matérias profissionalizantes, como redação, produção editorial impressa (livros e revistas), eletrônica (produtos audiovisuais) e digital (construção de sites), entram a partir do terceiro ano. O estágio é obrigatório no último ano. Em algumas universidades, esse curso é oferecido como habilitação de Comunicação Social.

Duração média: quatro anos.

Outros nomes: Comun. soc. (edit.); Comun. soc. (prod. editorial); prod. editorial e Multimeios.


O que você pode fazer

Arte

Definir os aspectos visuais de uma publicação, desde o tamanho e o tipo das letras até a organização dos textos, ilustrações e fotografas pelas páginas.

Edição e seleção

Ler os textos originais dos autores e escolher obras para publicação, segundo a linha da coleção e os interesses da editora.

Marketing

Preparar estratégias de lançamento em uma editora. Acompanhar tendências e elaborar produtos.

Produção

Gerenciar a impressão de livros, revistas e outras publicações, escolhendo o tipo de papel, a tinta e a forma de impressão. Selecionar fornecedores, levantar custos e acompanhar o produto na gráfica.

Revisão

Eliminar erros de informação e de grafa de uma obra escrita. Checar o funcionamento dos mecanismos de navegação de mídias digitais e sites da internet.

Compartilhe