logo-ge

Design de Moda

Este profissional é especializado em criar e comercializar vestuário e acessórios

Este profissional é especializado em criar e comercializar vestuário e acessórios. Ele desenha peças de roupa, joias, cintos, bolsas e calçados, preocupando-se com os estilos e tendências da moda. Analisa o comportamento dos consumidores que pretende alcançar e faz a promoção das vendas. Na indústria têxtil, é responsável pela aquisição de matérias-primas e pelo desenho de estampas. Como gestor, pesquisa o mercado consumidor, estabelece estratégias de marketing e cuida da promoção de vendas. Está habilitado também a trabalhar no departamento de compras de grandes magazines ou prestar assessoria de moda para grandes lojas. Neste caso, o profissional define a disposição dos produtos nas vitrines e escolhe as coleções a ser compradas. É possível ingressar na carreira com um curso superior de tecnologia.

 

 

Fique de Olho

TÊXTIL E MODA

A USP Leste, na capital paulista, oferece um bacharelado em Têxtil e Moda. O curso – que tem quatro anos de duração – volta-se para a criação de fios, tecidos, processos de tingimento e definição de cores. Mas o currículo integra às disciplinas de tecnologia outras, de gestão, marketing, design e moda. O profissional sai preparado para trabalhar em todas as etapas da cadeia produtiva da indústria de vestuário – da fabricação à comercialização de roupas.

O que você pode fazer

Consultoria Trabalhar como personal stylist, ajudando os clientes a combinar roupas, cores e estilos.

Coordenação Gerenciar a compra de coleções de roupas para lojas e magazines. Coordenar as equipes de estilos, tanto em indústrias e confecções como em magazines, e orientá-las para as tendências da moda.

Design/Estilismo Criar roupas (estilismo), joias, bijuterias, calçados e bolsas (design de acessórios) ou desenhar estampas e padrões e elaborar novos tecidos para tecelagens (design têxtil).

Fotografia Acompanhar a produção de fotos de moda para revistas, catálogos, exposições e anúncios.

Gerenciamento Desenvolver produtos e supervisionar a compra de materiais para sua produção e comercialização.

Modelagem Transpor para moldes os desenhos dos estilistas, desenvolvendo modelos-piloto para orientar a produção.

Negócios Atuar como gestor na cadeia de produção, distribuição, divulgação e comercialização da moda e desenvolver estratégias de negócios e marketing.

Produção Fazer desfiles, catálogos, editoriais de revistas e organizar campanhas publicitárias.

Mercado de Trabalho

Há anos a moda brasileira já obtém reconhecimento internacional. Nomes e marcas como Alexandre Herchcovitch e Osklen conquistam o mercado exterior como sinônimo de criatividade e identidade nacional. Mas este também é um mercado de trabalho muito concorrido, devido ao grande número de cursos e graduados. O setor sentiu os efeitos da crise econômica – as vendas encolheram 8% e as importações caíram 17% em 2015 –, mas a Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit) está otimista. A entidade aposta nas exportações para o mercado voltar a crescer ainda em 2016. O melhor caminho para se dar bem na carreira é seguir alguma especialização (em estilismo de confecções femininas, por exemplo), além de manter-se antenado com as tendências de mercado e cultivar o espírito empreendedor. Buscar um diferencial também é fundamental. Cresce, por exemplo, o segmento de moda plus size (para pessoas acima do peso), assim como a valorização de peças artesanais. Vender roupas pela internet também tem se mostrado um bom negócio. O segmento é líder no e-commerce brasileiro. A área de criação, que é foco do bacharel, costuma ser a mais concorrida, mas a indústria busca o profissional que, além de criativo, seja capaz de interagir com as demais áreas da empresa, como a produção e a área técnica. Já o tecnólogo é mais procurado para a área operacional e as tarefas administrativas. Um campo em crescimento é o dos têxteis funcionais, como roupas que monitoram batimentos cardíacos. Rio de Janeiro e São Paulo estão entre os 25 maiores centros de moda do mundo – daí as grandes oportunidades nessas cidades. O sul de Minas Gerais e a capital Belo Horizonte, e os estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e Pernambuco também se destacam. Na Região Sul, fabricantes de artigos em couro e malharias costumam contratar os graduados.

Curso

Antes de escolher se fará um bacharelado ou um tecnológico, é preciso definir em qual área da moda você pretende atuar. Isso porque tanto o bacharelado quanto o tecnológico oferecem carreiras voltadas para estilismo, modelagem ou negócios e produção. O currículo do bacharelado tem maior ênfase na parte teórica e é mais abrangente, varia conforme as habilitações oferecidas pela escola, mas, geralmente, traz disciplinas básicas, como história da arte, cultura da moda e criação, desenho e estilismo. Os cursos com ênfase em design e modelagem propõem a criação ou o desenvolvimento de uma coleção de moda. Já aqueles focados em negócios e gestão de moda voltam-se para a elaboração de planos de negócios com ações para o fortalecimento de marcas e a comercialização dos produtos. A maioria das escolas exige a realização de estágio e a entrega de um trabalho de conclusão de curso, que pode ser a concepção de uma coleção de moda, por exemplo.

Duração média: 4 anos.

Outros nomes: Des. Ind. (design de moda); Moda; Moda (coord. de moda); Moda (estilismo ind.); Moda (ger. de prod.); Neg. da Moda; Têxtil e Moda.

 

Alguns cursos tecnológicos têm foco especificamente para as atividades industriais, enquanto outros dão ênfase à criação. Seja como for, o currículo é carregado de disciplinas práticas, com oficinas nas quais o estudante aprende as diversas técnicas de estilismo, de desenvolvimento de coleções, modelagem, corte e costura. Matérias como administração, gestão de processos produtivos, tecnologia do vestuário e mercadologia preparam para atuar no gerenciamento do processo industrial, da compra de matérias-primas à colocação do produto final no mercado. O estágio complementa a formação.

Duração média: 3 anos.

Outros nomes: Gestão de Moda; Moda; Prod. de Vestuário; Têxtil e Moda.

 

Legenda:

Estrelas da Avaliação do Guia do Estudante

★★★★★ - Excelente

★★★★ – Muito bom

★★★ - Bom

CPC – Conceito Preliminar de Curso ① ② ③ ④ ⑤ 

O CPC é o indicador do Ministério da Educação que mede a qualidade dos cursos. Ele varia de 1 (menor valor) a 5 (maior valor). Ele está informado na ficha do curso para todas as graduações que tinham esse indicador disponível (fonte: site do Inep, anos 2014, 2013 e 2012). 

Cifrões – Referem-se às faixas de preço da mensalidade:

$ - Até 500,00 reais

$$ - De 500,01 a 750,00 reais

$$$ - De 750,01 reais a 1.000,00 reais

$$$$ - De 1.000,01 a 1.500,00 reais

$$$$$ - Acima de 1.500,01 reais

n/i - Valor não informado