Guia do Estudante

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

Bacharelado

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

É a ciência que estuda todas as formas de vida, passando pela flora, pela fauna e até pelo desenvolvimento humano. O biólogo pesquisa a origem, a evolução, a estrutura e o funcionamento dos seres vivos. Ele analisa as relações entre os diversos seres e entre eles e o meio ambiente. O vasto campo de estudos na graduação permite que, depois de formado, o profissional siga caminhos diversos, conforme seu interesse. Da pesquisa com células-tronco ao trabalho ambiental, a carreira do biólogo é abrangente e promissora, em razão, especialmente, da crescente preocupação, em nível mundial, com o meio ambiente. A atuação desse profissional é ainda fundamental na descoberta de aplicações de organismos na medicina, no desenvolvimento de medicamentos e na indústria, em áreas de fabricação de bebidas e de alimentos. O licenciado está apto a dar aulas de Biologia no ensino médio e, no fundamental, pode atuar como educador ambiental ou docente de ciências. Sua formação também permite desenvolver ações educativas em museus, unidades de conservação, ONGs e empresas e escolas. Nas secretarias de Educação, atua como consultor e elabora novas propostas para o ensino da disciplina. Com pós-graduação, está habilitado para dar aulas no ensino superior. 

Fique de olho

USP de Ribeirão Preto cria novas ênfases para Biologia

Desde 2013, o curso de Biologia da USP de Ribeirão Preto tem foco em três áreas: molecular e tecnológica; ambiental; e evolutiva. A mudança foi impulsionada com a necessidade crescente por políticas sustentáveis, a exigência de relatórios de impacto ambiental a cada novo empreendimento e a ascensão do mercado de biotecnologia. O curso terá duas fases, com um total de cinco anos: nos três primeiros anos há um ciclo básico e, no quarto, o graduando escolhe entre as três áreas. Na licenciatura, o currículo tem ênfase nas áreas básicas, como botânica, genética e ecologia. Por se tratar de uma licenciatura, disciplinas ligadas ao conhecimento pedagógico também fazem parte do currículo. Assim, o aluno estuda psicologia da aprendizagem, didática, ética na educação, metodologia de ensino e pesquisa em educação.

Mercado de Trabalho

A preocupação com a sustentabilidade aquece o mercado de trabalho para o biólogo. E o maior rigor na legislação ambiental aumenta a procura pelo profissional para a elaboração de relatórios de impacto ambiental. Prefeituras, secretarias e órgãos federais contratam o biólogo, via concurso público. Outro mercado crescente é o da área de genética e biologia molecular. "O biólogo conhece a fauna e a fora, por isso tem um papel de destaque nas indústrias que atuam, por exemplo, no controle de pragas e no melhoramento de sementes e plantas", explica Paulo Eugênio Oliveira, coordenador do curso da UFU, em Uberlândia. A enorme carência de professores de ciências nos ensinos médio e fundamental aquece o mercado para o licenciado. No Norte e Nordeste a demanda por professores é maior. Mas a carreira é difícil em todas as regiões, devido aos baixos salários.

Salário inicial: R$ 4.068,00 por 6 horas diárias (fonte: CRBio-SP).

As melhores escolas

5 estrelas

CE Fortaleza UFC, DF Brasília UnB, GO Goiânia UFG, MG Belo Horizonte UFMG, Uberlândia UFU, MS Campo Grande UFMS, PA Belém UFPA, PR Londrina UEL, RJ Rio de Janeiro Uerj, UFRJ Ciên, Biol, (biol, marinha); Ciên, Biol, (biol, vegetal); Ciên, Biol, (ecol.); Ciên, Biol, (gen.); Ciên, Biol, (zoologia), RS Porto alegre UFRGS, SC Florianópolis UFSC, SP Botucatu Unesp, Campinas Unicamp, Rio claro Unesp, São carlos UFSCar, São Paulo USP.

4 estrelas

AL Maceió Ufal, BA Salvador UFBA Ciên, Biol, (ecol, e rec, amb.); Ciên, Biol, (zoologia de organismos aquáticos); Ciências Biológicas, DF Taguatinga UCB-DF, GO Goiânia PUC Goiás, MG Alfenas Unifal-MG Ciên, Biol, (ênf, em ciên, amb.), Belo Horizonte PUC Minas, Ituiutaba UFU, Juiz de Fora UFJF, Lavras Ufa, Ouro Preto Ufop, São João del Rei UFSJ, Viçosa UFV, MS Dourados UFGD, PB João Pessoa UFPB, PE Recife UFPE Ciên, Biol, (ênf, em ciên, amb.); Ciências Biológicas, UFRPE, UPE, PR Cascavel Unioeste, Curitiba PUCPR, UFPR, Maringá UEM, Ponta Grossa UEPG, RJ campos dos Goytacazes Uenf, Niterói UFF, Rio de Janeiro Unirio, Seropédica UFRRJ, RN Natal UFRN, RS Osório Uergs Ciên. Biol, (ênf, em biol, marinha e costeira); Ciên, Biol, (ênf, em gestão amb, marinha e costeira), Porto alegre PUCRS, Rio Grande Furg, Santa Maria UFSM, São Leopoldo Unisinos, SP Assis Unesp, Campinas PUC-Campinas (B/L), Diadema Unifesp, Franca Unifran, Jaboticabal Unesp, Piracicaba USP, Ribeirão Preto USP Ciên, Biol, (ênf, em biol, amb.); Ciên. Biol, (ênf, em biol, evolutiva); Ciên, Biol, (ênf, em biol, molecular e tecnol.); Ciências Biológicas, São Bernardo do campo Metodista, São José do Rio Preto Unesp, São Paulo Mackenzie, Unasp, São vicente Unesp Ciên, Biol, (biol, marinha); Ciên. Biol, (ger, costeiro), Sorocaba PUC-SP, UFSCar.

3 estrelas

AM Manaus Uninorte-AM, BA Barreiras UFBA, Feira de Santana Uefs, Ilhéus Uesc, Jequié Uesb Ciên, Biol, (ênf. em ecol, de águas continentais); Ciên, Biol, (ênf, em gen.), ES vitória Ufes, MA São Luís UFMA, MG Belo Horizonte UNA, Betim PUC Minas, Ipatinga Unileste, Montes Claros Unimontes, Passos Fesp-Uemg, MS Campo Grande UCDB, PB Areia UFPB, Campina Grande UEPB, João Pessoa UEPB, PI Teresina UFPI, PR Bandeirantes Uenp, Curitiba UP (B/L), Francisco Beltrão Unipar, Maringá UniCesumar, Paranaguá Fafpar, Toledo PUCPR, RJ Rio de Janeiro UGF, Volta Redonda UniFOA, RN Mossoró Uern, RO Porto Velho Unir, RS Canoas Ulbra, Unilasalle-RS, Caxias do sul UCS, Erechim URI, Ijuí Unijuí, Novo Hamburgo Feevale, Passo Fundo UPF, São Gabriel Unipampa, SC Criciúma Unesc-SC, Itajaí Univali Ciên, Biol, (biol, da conservação); Ciên, Biol. (biotecnol.), Joinville Univille Ciên, Biol, (biol, marinha); Ciên, Biol, (meio amb, e biodiversidade), Xanxerê Unoesc, SP Araraquara Uniara Biol, (B/L), Araras FHO-Uniararas, Bauru Unip-SP, USC, Campinas Unip-SP, Mogi das Cruzes UMC, Presidente Prudente Unoeste, Santo André UniABC, Santos Unisanta Ciên, Biol, (biol. marinha) (B/L), São José do Rio Preto Unip-SP, São Paulo Facis, São Camilo-SP, UMC, Unip-SP, Unisa, Taubaté Unitau, TO Porto nacional UFT.

Curso

O currículo inclui matemática, estatística e física. Aulas teóricas se alternam a práticas de laboratório e pesquisas de campo. O estágio é obrigatório.

Atenção: algumas instituições oferecem habilitações em áreas específicas, como zoologia, biotecnologia, genética e ecologia. A USP de Ribeirão Preto criou, em 2013, três novas ênfases para o curso.

Duração média: quatro anos.

Outros nomes: Biol.; Biol. e Quím; Ciência e Tecnologia (ciên. biol.); Ciências Naturais (biol.); educ. (ciên.: biol.).


A Ufopa oferece bacharelado interdisciplinar (BI) em Ciências Biológicas, em Santarém (PA). Após três anos de formação generalista, o estudante pode cursar outro bacharelado em Biologia Aquática ou Biologia Vegetal, com duração de um ano, recebendo mais um diploma.Na licenciatura, o currículo tem ênfase nas áreas básicas, como botânica, genética e ecologia. Por se tratar de uma licenciatura, disciplinas ligadas ao conhecimento pedagógico também fazem parte do currículo. Assim, o aluno estuda psicologia da aprendizagem, didática, ética na educação, metodologia de ensino e pesquisa em educação. O estágio é obrigatório. Algumas instituições de ensino exigem também a entrega do trabalho de conclusão de curso. E, como em qualquer área, para lecionar no ensino superior é necessário ter pós-graduação. Atenção: a Ufopa, em Santarém (PA), oferece a licenciatura em Biologia e Química, em que o aluno, depois de dois anos, faz a opção por um ou outro (e cursa por mais dois anos). Se quiser, pode cursar ainda mais dois anos da outra licenciatura e conseguir também o outro diploma.

Duração média: quatro anos.


O que você pode fazer

Bioinformática

Desenvolver programas de computação para uso em pesquisas genéticas.

Biologia de organismos aquáticos

Pesquisar o cultivo, a reprodução e o beneficiamento de animais e organismos no mar ou em água doce.

Controle de pragas e vetores

Planejar e aplicar técnicas para controlar a transmissão de doenças entre animais e diminuir o impacto de pragas em lavouras.

Ensino

Os licenciados podem lecionar em escolas dos ensinos fundamental e médio. Os bacharéis, em faculdades. Ambos podem, ainda, desenvolver ações educativas em museus e unidades de conservação.

Genética e Biotecnologia

Criar, manipular, reproduzir e estudar organismos em laboratório, buscando a melhoria de espécies animais e vegetais. Pesquisar a utilização de microrganismos na produção de medicamentos e alimentos. Realizar exames para o diagnóstico de doenças genéticas ou a determinação da paternidade, com base na análise de DNA.

Gerenciamento costeiro

Administrar o uso do mar e do solo em regiões costeiras, com o objetivo de minimizar o impacto na biodiversidade e preservar a qualidade de vida na região.

Meio ambiente

Promover programas de preservação de animais e vegetais em órgãos públicos e particulares, ONGs, parques e reservas ecológicas, fazendo o levantamento de populações de plantas e animais, elaborando relatórios de impacto ambiental ou recuperando ambientes degradados.

Microbiologia

Investigar bactérias, fungos e vírus para a produção de alimentos e remédios.

Compartilhe