Guia do Estudante

ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA

Bacharelado / Tecnológico

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

A grande função deste engenheiro é preservar os recursos naturais e proteger a saúde humana, reduzindo os danos causados ao meio ambiente pelas atividades humanas. Na prática, este bacharel projeta, constrói e gerencia a operação de sistemas de obtenção e distribuição de água, de coleta e tratamento de esgoto e do descarte ou da reciclagem de resíduos sólidos. É responsável pelo diagnóstico, avaliação e prevenção da poluição do ar, do solo ou da água, causada por indústrias e construção de residências em áreas vulneráveis, como encostas e mananciais. Pode trabalhar em secretarias municipais e estaduais, ou em polos industriais. O tecnólogo costuma trabalhar em parceria com o engenheiro, principalmente, na área de saneamento básico – na construção e na manutenção de redes de água, esgoto e coleta e disposição de lixo. Ambos podem lidar, ainda, com a construção de sistemas de drenagem, para prevenir enchentes. É possível ingressar na carreira com um curso superior de tecnologia.

 

Fique de olho

CRISE HÍDRICA

Nos últimos dois anos, até os estados da região Sudeste, como São Paulo, sofrem com a falta de água. Esse problema reforça a importância da conscientização sobre o uso racional do recurso, bem como de se investir em infraestrutura, em técnicas de reúso, em campanhas em prol da redução de desperdício e na preservação de mananciais. Todas essas missões permeiam o trabalho do engenheiro ambiental e sanitário, indicando que esse profissional é cada vez mais necessário.

Mercado de trabalho

Os principais empregadores do engenheiro ambiental são as empresas de tratamento de água e esgoto, de resíduos sólidos e companhias petrolíferas. No setor privado, merecem destaque a recuperação de áreas degradadas e as ações de sustentabilidade, cobradas com ênfase cada vez maior das indústrias. Grandes construtoras e empresas de energia também demandam estes profissionais, para avaliar e prevenir o impacto ambiental nas obras e manutenção das operações de hidrelétricas e termelétricas. No setor público, as vagas estão em prefeituras e órgãos ligados ao meio ambiente. As oportunidades são maiores nas capitais e cidades de médio porte e nas regiões com maior concentração de atividades industrial e agrícola, no Sudeste e Sul.

As melhores escolas

5 estrelas

AL Maceió Ufal. MG Itajubá Unifei Eng. Amb. ④. Ouro Preto Ufop Eng. Amb. ④. Viçosa UFV Eng. Amb. ④. PR Curitiba UFPR Eng. Amb. ②. RJ Rio de Janeiro PUC-Rio Eng. Amb. ④ $$$$$. SC Florianópolis UFSC Eng. Sanitária e Amb. SP Presidente Prudente Unesp Eng. Amb. Rio Claro Unesp Eng. Amb. São Carlos USP Eng. Amb. São Paulo USP Eng. Amb. Sorocaba Unesp Eng. Amb. ④.

4 estrelas

BA Salvador UFBA Eng. Sanitária e Amb. CE Fortaleza UniforCE $$$$. DF Brasília UCB-DF ④ $$$$$. ES Vitória Ufes Eng. Amb. ③. MG Belo Horizonte UFMG Eng. Amb. MS Campo Grande UFMS Eng. Amb. ④. PA Belém UFPA Eng. Sanitária e Amb. PB Campina Grande UEPB Eng. Sanitária e Amb. Pombal UFCG Eng. Amb. ④. PR Curitiba PUCPR Eng. Amb. ③ $$$$$. Londrina UTFPR Eng. Amb. RJ Rio de Janeiro UFRJ Eng. Amb. ⑤. Volta Redonda UniFOA Eng. Amb. ④ $$$. RS Canoas Ulbra ④ n/i. Caxias do Sul UCS Eng. Amb. ④ $$$$$. Lajeado Univates Eng. Amb. ④ $$. Passo Fundo UPF Eng. Amb. ④ $$$$$. Pelotas UFPel. Porto Alegre UFRGS Eng. Amb. Santa Cruz do Sul Unisc Eng. Amb. ④ $$$. SC Criciúma Unesc-SC ④ $$$$. Itajaí Univali ④ $$$$. SE Aracaju Unit-SE Eng. Amb. ④ $$$. SP Campinas PUC-Campinas ③ $$$$$. Santos Universidade Católica de Santos Eng. Amb. $$$$. TO Palmas UFT Eng. Amb. ④.

3 estrelas

AM Humaitá Ufam Eng. Amb. BA Cruz das Almas UFRB Eng. Sanitária e Amb. Itapetinga Uesb Eng. Amb. Salvador Unifacs n/i. CE Maracanaú IFCE Eng. Amb. ③. ES Vitória Faesa Eng. Amb. $$$$, Ifes Eng. Sanitária e Amb. GO Goiânia PUC Goiás Eng. Amb. ③ $$$$, UFG. MG Belo Horizonte Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix $$$$, Fumec Eng. Amb. ③ $$$$, UNA $$$$. Conselheiro Lafaiete Fasar-MG Eng. Amb. $$$. Coronel Fabriciano Unileste ④ $$$. Formiga Unifor-MG n/i. Passos Uemg Eng. Amb. ③. Patos de Minas Unipam n/i. Sete Lagoas Unifemm Eng. Amb. ③ $$$$. Três Corações UninCor Eng. Amb. ③ $$$$. Uberaba Uniube Eng. Amb. ④ $$$. Uberlândia Uniube Eng. Amb. ③ $$$. MS Campo Grande UCDB Eng. Sanitária e Amb. ③ $$$$. MT Cuiabá UFMT Eng. Sanitária e Amb., Unic Eng. Amb. ③ n/i. Várzea Grande Univag Eng. Amb. ④ n/i. PA Belém Uepa Eng. Amb., Unama Eng. Sanitária e Amb. n/i. PE Recife Unicap Eng. Amb. ③ $$$$. PR Campo Mourão UTFPR Eng. Amb. Curitiba FAE $$$$, Faesp-PR Eng. Amb. ③ n/i. Foz do Iguaçu UDC Sede Eng. Amb. $$$. Francisco Beltrão UTFPR Eng. Amb. Irati UnicentroPR Eng. Amb. RJ Cabo Frio UVA-RJ Eng. Amb. $$$$. Campos dos Goytacazes Estácio $$$$. Niterói UFF Eng. de Rec. Hídricos e do Meio Amb. Rio de Janeiro UVA-RJ Eng. Amb. $$$$. Teresópolis Unifeso $$$$. RS Canoas Unilasalle-RS Eng. Amb. ④ $$$. Santa Maria Centro Universitário Franciscano ④ $$$$. SC Joinville Univille $$$. Lages Udesc Eng. Amb. Palhoça Unisul ③ $$$$. Videira Unoesc Eng. Sanitária e Amb. $$$$. SP Adamantina FAISP Eng. Amb. ③ $$. Americana FAM-Americana Eng. Amb. $$, Unisal Eng. Amb. ④ $$$. Araraquara Facs. Logatti Eng. Amb. ④ $$$. Barretos Unifeb Eng. Amb. $$$. Campinas USF ④ $$$$. Espírito Santo do Pinhal UniPinhal ③ $$$. Fernandópolis FEF ④ n/i. Guarulhos UnG Eng. Amb. $$. Limeira Isca Faculdades Eng. Amb. ③ n/i. Lins Unilins Eng. Amb. ④ $$$$. Piracicaba EEP-Fumep Eng. Amb. ③ n/i. Presidente Prudente Unoeste ④ $$$$. Ribeirão Preto CBM Eng. Amb. n/i. Santo André FSA-SP Eng. Amb. ③ $$$$. Santos Unimonte Eng. Amb. $$$. São José dos Campos Univap ④ $$$$. São Paulo FOC Eng. Amb. ② $$$$, Senac-SP ③ $$$$, Unisa Eng. Amb. $$. Sorocaba Uniso Eng. Amb. $$$$. Taubaté Unitau ③ $$$$. ___________________________________________________________ *CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ **MENSALIDADE | ($) até R$ 400,00 ($$) de R$ 400,01 a R$ 700,00 ($$$) de R$ 700,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

Curso

O currículo é multidisciplinar, com disciplinas das áreas das Ciências Exatas e Biológicas. Aulas de física, química e estatística alternam-se com as de ecologia, geologia, hidrologia, topografa e hidráulica. A partir do terceiro ano, começam as disciplinas profissionalizantes, como tratamento de resíduos, cálculo de emissões na atmosfera, hidráulica ambiental e recursos hídricos e a avaliação de impactos ambientais. O estágio é obrigatório, bem como a apresentação de um projeto de conclusão de curso. atenção: a maioria das escolas oferece apenas o curso de Engenharia Ambiental; algumas, somente Engenharia Sanitária; e outras, Engenharia Ambiental e Sanitária. A Ufra-PA e a Fametro-Am têm enfoque em energias renováveis, e a UFF (RJ), em recursos hídricos.

Duração média: 5 anos.

Outros nomes: Eng. de Rec. Hídricos e do Meio Amb.; Eng. Sanitária; Eng. Sanitária e Amb.

SANEAMENTO AMBIENTAL

Assim como o engenheiro ambiental ou sanitarista, o tecnólogo trabalha com saneamento básico, construindo sistemas e redes de água, esgoto, lixo industrial e doméstico. Fiscaliza a qualidade da água e o tratamento do esgoto, bem como gerencia o armazenamento do lixo em aterros sanitários e usinas de compostagem. O setor público é um empregador tradicional, nas secretarias de Meio Ambiente, órgãos e agências ambientais, e a oferta é grande em todo o país, com ênfase nas capitais e outros grandes centros urbanos. Os cursos para tecnólogo em Saneamento Ambiental preparam para atuar no ramo da construção civil e nos serviços de saneamento. O currículo segue fundamentalmente a estrutura da grade curricular do bacharelado, com disciplinas gerais como biologia, geografia, cartografa e química, e outras, específicas, como legislação, drenagem, instalações prediais hidráulicas e sanitárias e saneamento rural. Para se formar, o estudante tem de apresentar um trabalho de conclusão e cumprir estágio.

Duração média: 3 anos.

Outro nome: Hidráulica e Saneam. Amb.

O que você pode fazer

Bioprocessos e Biotecnologia

Avaliar os efeitos de um processo ou produto sobre o meio ambiente.

Controle de poluição

Reduzir o impacto de atividades industriais, urbanas e rurais sobre o meio ambiente. Monitorar a qualidade da água e fiscalizar a emissão de gases que prejudicam a qualidade do ar.

Geoprocessamento

Realizar mapeamentos e levantamentos geográficos por meio de avançados programas de computador.

Planejamento e gestão ambiental

Elaborar relatórios de impacto ambiental e planos para o uso de recursos naturais. Assessorar empresas, órgãos públicos e ONGs. Estudar meios de reutilização de resíduos, para otimizar a produção e reduzir gastos.

Recuperação de áreas

Desenvolver e executar projetos que visam à recuperação de áreas degradadas ou afetadas pela poluição.

Recursos hídricos

Racionalizar a exploração de rios, reservatórios e água subterrânea, controlando a qualidade e a quantidade de água consumida.

Saneamento

Projetar, construir e operar sistemas de abastecimento de água e de coleta, transporte e tratamento de esgoto, lixo doméstico e resíduos industriais. Montar vários tipos de sistema de drenagem para prevenir enchentes e inundações.

Compartilhe