logo-ge

1ª etapa do vestibular 2018 da Uerj tem menor procura da história

Apenas 35,6 mil estudantes se inscreveram para o exame

Em crise, a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) vê diminuir o interesse de vestibulandos em seu processo seletivo. De acordo com reportagem publicada nesta quarta-feira (21) no portal G1, o número de inscritos no 1º Exame de Qualificação do Vestibular 2018 é o menor já registrado na história da universidade: apenas 35,6 mil estudantes se inscreveram para o exame, menos da metade dos 80 mil candidatos registrados no ano passado.

A baixa procura ocorreu mesmo com a prorrogação do prazo para as inscrições, que deveria terminar em 12 de junho, mas foi transferido para o dia 18 do mesmo mês. A prova será aplicada em 16 de julho.

De acordo com cálculos da instituição, o Governo do Estado do Rio de Janeiro deve R$ 300 milhões à Uerj, o que provocou o atraso dos salários dos servidores e do pagamento de contratos com fornecedores que cuidam de limpeza, segurança e manutenção, entre outras coisas. Após cinco adiamentos, as aulas deste ano letivo recomeçaram somente em abril e serviços como os bandejões estão funcionando em condições mínimas.

O reitor Ruy Garcia Marques já havia informado na semana passada que a crise tem feito dobrar a evasão de alunos.

O vestibular

O primeiro exame de qualificação, a ser aplicado em 16 de julho, será composto por questões de Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas. As obras literárias obrigatórias para esta avaliação serão os contos “A Terceira Margem do Rio” e “O Espelho”, de João Guimarães Rosa. O resultado final será publicado no dia 21 de julho.

A próxima etapa do processo seletivo é o 2º Exame de Qualificação. Os pedidos de isenção de taxa ocorrem de 14 a 16 de junho. Já as inscrições para essa prova acontecem entre 21 de junho e 7 de agosto e ela será efetuada em 17 de setembro.

Os dois Exames de Qualificação são eliminatórios para o Exame Discursivo, que acontecerá no dia 10 de dezembro. Para que os candidatos possam realizar esta terceira e última prova, eles devem ter atingir, pelo menos, 40% de aproveitamento nos EQs.

Para o 2º EQ e para o Exame Discursivo as matérias contempladas serão as mesmas. As obras obrigatórias, porém, variam. No primeiro será “A Hora da Estrela”, de Clarice Lispector, e no segundo, “Dom Casmurro”, de Machado de Assis; “Morte e Vida Severina”, de João Cabral de Melo Neto; e “Ensaio sobre a Cegueira”, de José Saramago.

É possível encontrar outras informações no edital ou no site do vestibular.