Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Combate à covid-19: os cuidados necessários nas aulas presenciais

Utilizando personagens da Turma da Mônica, cartilha alerta sobre medidas de proteção dentro do ambiente escolar

Por Redação 23 jun 2021, 15h52

Aos poucos, mais crianças e adolescentes estão retornando, presencialmente, às salas de aula em diferentes estados e municípios brasileiros. Ainda longe da pandemia estar controlada, é necessário que os cuidados, como o uso de máscara, distanciamento e higienização frequente das mãos, sejam redobrados para maior segurança no ambiente escolar.

Pensando nisso, a Mauricio de Sousa Produções e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) desenvolveram o guia Cuidados na Escola. A cartilha foi elaborada pela equipe técnica do UNICEF, das áreas de saúde, educação e WASH (sigla em inglês para Água, Saneamento e Higiene), além de informações e orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), Ministério da Saúde e secretarias de saúde estaduais e municipais.

Ilustrado pelos personagens do Bairro do Limoeiro, o guia orienta de forma didática os pais, mães e responsáveis sobre o retorno dos filhos às escolas. Em nota, a representante do UNICEF no Brasil, Florence Bauer, falou da importância do ambiente escolar na vida das crianças.

Além da educação e a preparação para o mundo do trabalho, a escola é onde crianças e adolescentes desenvolvem competências sociais, se protegem contra diferentes formas de violência e muitos conseguem alimentação. “Em novembro de 2020, mais 5 milhões de crianças e adolescentes não tiveram acesso à educação no Brasil. Muitas famílias têm dúvidas sobre como realizar a volta para a escola de uma maneira segura”, disse a representante. 

  • Destacamos abaixo orientações principais da cartilha para a proteção dos estudantes, famílias, professores e outros funcionários das escolas.

    – A partir dos 6 anos, os alunos devem utilizar máscaras que cobrem o nariz, a boca e o queixo

    – Manter uma distância de, pelo menos, 1,5 metro com o colega de sala ou professor

    Continua após a publicidade

    – Evitar esportes coletivos ou atividades que exijam contato corporal

    – Definir um ritual para a hora de lavar as mãos. Escolher um horário específico, como antes/depois do lanche, para que todos lavem as mãos

    – Quando não houver água e sabão disponíveis, aplicar nas mãos o álcool em gel 70%

    – Sempre que tiver vontade de tossir ou espirrar, cubra a boca e o nariz com um lenço de papel ou a parte interna do cotovelo (nunca com as mãos).

    – Colocar cartazes/anúncios em toda a sala e espalhados pela escola para lembrar de seguir as regras de proteção.

    Inclusão

    Na cartilha, há ainda ações de prevenção para crianças e adolescentes com deficiências cognitivas ou respiratórias graves que acarretam na dificuldade de utilização das máscaras. Além disso, propõe alternativas a crianças e adolescentes com perda ou problemas auditivos, que precisam ter a leitura labial e visualizar as expressões do locutor – como o uso de máscaras transparentes, por exemplo. 

    + Confira aqui o guia completo de Cuidados na Escola

    Continua após a publicidade
    Publicidade