logo-ge

MEC anuncia desbloqueio de 3.182 bolsas da Capes

O desbloqueio é referente às bolsas dos cursos mais bem avaliados pela Capes

O Ministério da Educação anunciou nesta quarta (11) que vai desbloquear 3.182 bolsas de pós graduação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O anúncio veio depois da polêmica em torno do bloqueio, no início deste mês, de mais de 5 mil bolsas, entre elas de cursos bem avaliados pela Capes. O desbloqueio anunciado ontem foi justamente referente a essas bolsas, com notas 5, 6 e 7. De maio até agora, 8.692 foram suspensas. 

O desbloqueio custará R$ 22,4 milhões no orçamento 2019 do MEC. Apesar disso, o presidente do Capes já declarou que para o ano que vem a previsão é que não abram novas bolsas por motivos orçamentários. A quantia destinada para o órgão em 2020 é de R$ 3,05 bilhões.

Veja também

Outras entidades de fomento à pesquisa, como o CNPq, também sofrem com o corte de gastos do Ministério da Educação. A pasta liberou dinheiro suficiente para pagar os 79.538 bolsistas do CNPq em outubro, mas o restante do ano ainda é uma incerteza. O ministro da ciência, Marcos Pontes, diz esperar a liberação de verbas do Ministério da Economia. 

O MEC vive desde maio em um cenário de corte de verbas, que além das bolsas de pesquisa também atinge as universidades federais. Cerca de 30% do orçamento de todas elas estão contingenciadas, e os efeitos já vêm sendo sentidos em serviços como atendimento em hospitais universitários, segurança, limpeza e auxílio estudantil.