logo-ge

Mia Couto participará de evento aberto na USP Leste

O moçambicano, um dos mais famosos escritores africanos no mundo, fará um bate-papo em São Paulo

Se você está sempre ligado nas obras obrigatórias do vestibular, provavelmente já ouviu falar desse nome. Unicamp, UEL, Uerj e outras universidades já cobraram livros de Mia Couto no processo seletivo — na Fuvest, ele deve estrelar em 2022. A novidade é que nesta sexta (12) quem estiver por São Paulo poderá conhecer e participar de um bate-papo com o escritor na Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP (EACH), no campus leste da universidade.

O evento será promovido pela Companhia das Letras (que publica o autor no Brasil) em parceria com o coletivo de bibliotecas LiteraSampa e o Programa de Pós-Graduação em Turismo (PPGTur) da EACH. Além disso, será aberto ao público geral e não é necessário se inscrever previamente. Mas atenção: é bom que você chegue cedo! A entrada será por ordem de chegada, e a conversa começa às 10h, no Auditório Azul da Escola.

Mia é um dos mais reconhecidos autores da literatura moçambicana contemporânea, e seu livro Terra Sonâmbula foi considerado na Feira do Livro do Zimbábue como um dos melhores da literatura africana do século 20. O GE já publicou algumas análises de obras suas cobradas em vestibulares, como dos romances O Último Voo do Flamingo e o próprio Terra Sonâmbula. Preparamos também um simulado com questões de seus livros que já apareceram em provas.