Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês
Dúvidas de português Por Blog Viagem ou viajem? Haver ou a ver? Tire suas dúvidas de português aqui!

Bastante ou bastantes?

Confira quando usar cada palavra

Por Ana Lourenço Atualizado em 26 Maio 2017, 11h34 - Publicado em 16 set 2016, 22h35

bastante

Está aí uma palavra-encrenca. O uso de “bastante” depende muito de qual função ele está assumindo na frase, podendo ser três: adjetivo, advérbio e pronome indefinido. Vejamos os três casos.

Como advérbio

O uso mais comum é usar “bastante” como advérbio, no sentido de “muito”. Nesse caso, a palavra está relacionada ao verbo, então não sofre flexão e deve ficar sempre no singular. Veja exemplo:

– O frio é bastante intenso por aqui em julho.
– As questões formuladas estão bastante ruins.
– Você já comeu bastante por hoje.

Continua após a publicidade

Como adjetivo

Quando usado como adjetivo, “bastante” assume significado de “suficiente”, devendo ser flexionado de acordo com o substantivo que o acompanha. Veja:

– Há motivos bastantes para o divórcio.
– Os salgados e as bebidas não serão bastantes para a festa.
– O álibi foi bastante para retirar as acusações.

Como pronome indefinido

Se “bastante” assume a função de pronome, ele deverá expressar qualidades ou quantidades não especificadas. Essa função é menos usada na nossa língua.

Bastantes empresas fecharam as portas este mês.
– Camila tem bastantes amigos na escola.
– Encontrei bastantes produtos como os que você pediu.

Continua após a publicidade
Publicidade