Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês
Dúvidas de português Por Blog Viagem ou viajem? Haver ou a ver? Tire suas dúvidas de português aqui!

Independente ou independentemente?

Saiba quando usar cada palavra

Por Ana Lourenço Atualizado em 21 fev 2020, 14h43 - Publicado em 23 set 2016, 22h13

“Independente da opinião dos pais, Cecília comprou sua viagem ao exterior.”

O que você entendeu do que está escrito: Que Cecília, por ser independente da opinião dos pais, comprou sua viagem; ou que Cecília simplesmente comprou a viagem, sem que a opinião dos pais interferisse na decisão? Percebe a diferença bastante sutil entre um entendimento e o outro? Essa é a chave para compreender por que os dois termos têm usos diferentes.

A diferença principal é que “independente” funciona, na frase, como adjetivo, e modifica o sujeito: Cecília, uma pessoa independente da opinião dos pais, comprou sua viagem ao exterior. Trocando por “independentemente”, que é advérbio, estaremos modificando o verbo: Cecília comprou, independentemente da opinião dos pais, sua viagem ao exterior.

  • Usando outro exemplo um pouco mais simples. Se falarmos a frase “Feliz, Diogo foi trabalhar”, entendemos que Diogo estava feliz quando foi trabalhar. “Feliz” é adjetivo e modifica o sujeito, Diogo, certo? Trocando “feliz” pelo advérbio originado, “felizmente”, vemos que o sentido muda completamente: “Felizmente, Diogo foi trabalhar”. Neste caso, “felizmente” modifica a ação.

    Mais alguns exemplos:

    Diferentemente da mãe, Júlia não gosta de literatura russa.
    Independentes do técnico, os jogadores disputarão a partida na defesa.

    Continua após a publicidade
    Publicidade