Assine com até 65% de desconto
Por dentro das profissões Por Blog Informações sobre profissões e carreiras para te ajudar a escolher aquela que tem mais a ver com você

Como é um curso de Ciências Contábeis?

Graduação é uma das 10 mais procuradas no Sisu 2018/1 e uma das maiores em número de matrículas no país

Por Lisandra Matias Atualizado em 31 jan 2018, 17h31 - Publicado em 31 jan 2018, 17h29
(imagem: istock) stockphotographers/iStock

O profissional de Ciências Contábeis – o contador – é essencial para o funcionamento de uma empresa, desde o seu início: ele registra a companhia junto aos órgãos do governo e obtém o alvará para o começo das atividades. Ele também elabora demonstrações financeiras e controla toda a movimentação (contas, empréstimos, investimentos). Além disso, pode trabalhar em auditoria (verificando os registros contábeis), em perícia contábil (emitindo opinião técnica para solucionar casos judiciais e extrajudiciais), ou ainda, como controller, relacionando os resultados almejados aos controles adequados.

Para entender mais sobre essa graduação, que está entre 5 maiores do país em número de matrículas e entre os 10 cursos mais procurados nos Sisu 2018/1, de acordo com o balanço parcial feito pelo Ministério da Educação (MEC), falamos com a professora Ana Beatriz Moraes, coordenadora da graduação em Ciências Contábeis do Ibmec-RJ. Acompanhe a entrevista:


Guia do Estudante (GE) – Quais as principais características do profissional de Ciências Contábeis?

Profa. Ana Beatriz Moraes – O profissional de Ciências Contábeis se atualiza constantemente, está atento à legislação e é capaz de atuar de forma analítica e de apoiar a estratégia da empresa. É importante ressaltar que o ambiente de trabalho do contador não tem nada de calmo ou de rotineiro.


GE – Que perfil de aluno pode se dar bem nessa carreira?

Profa. Ana Beatriz Moraes – O estudante que quer seguir essa área precisa ser dinâmico e capaz de tralhar sob pressão, além de usar a tecnologia de forma desembaraçada. Também são premissas do candidato: ser organizado, ser discreto, não ter problemas em lidar com a rotina, sentir-se à vontade para trabalhar em lugares diferentes. Foco, energia, boa disposição e trabalhar bem em equipe são características muito importantes também.

  • GE – Como está estruturada a graduação em relação a disciplinas básicas, disciplinas específicas e atividades práticas?

    Profa. Ana Beatriz Moraes – Normalmente, os alunos contam, de forma aproximada, com 30% do curso em disciplinas básicas, 50% em disciplinas específicas e 20% em atividades práticas.


    GE – Quais as principais disciplinas básicas e o que se aprende nelas?

    Profa. Ana Beatriz Moraes – Vou citar três exemplos de matérias:

    Introdução à Contabilidade – Conceitos fundamentais da contabilidade, apresentação das normas e dos pronunciamentos contábeis.

    Laboratório de Negócios – Lógica e funções em Excel e de organização de bancos de dados.

    Contabilidade Intermediária – Conteúdo que, somado aos demais da linha de contabilidade societária, dá base aos pronunciamentos contábeis vistos nos períodos mais avançados.


    GE – E em relação às disciplinas específicas? Poderia citar alguns exemplos?

    Continua após a publicidade

    Profa. Ana Beatriz Moraes – Contabilidade Avançada – Apresentação dos pronunciamentos contábeis que apoiam a compreensão da teoria avançada da contabilidade e da contabilidade pública.

    Gestão e Controle de Custos – Conteúdo sobre os métodos e a gestão de custeio. É a base de formação do controller.

    Contabilidade e Planejamento Tributário – Conceitos, práticas e especificidades da área de tributos.


    GE – O que os alunos têm de atividades práticas?

    Profa. Ana Beatriz Moraes – Aulas de Laboratório de Prática Contábil, aulas práticas de finanças, além de contato com disciplinas que reforçam a parte prática com estudos de casos. Em Prática Contábil, por exemplo, procura-se recriar um ambiente semelhante aos das grandes empresas em relação ao tratamento das informações contábeis, tanto no que diz respeito ao registro das operações como na geração de relatórios financeiros.

  • GE – Quais as maiores dificuldades encontradas pelos alunos?

    Profa. Ana Beatriz Moraes – As duas maiores dificuldades, quase sempre, estão associadas à base matemática e à capacidade de interpretação de problemas. O aluno de Ciências Contábeis não é somente alguém que repete processos. Ele precisa ser crítico e ter uma percepção apurada para entender quando as situações mudam.


    GE – Há obrigatoriedade de apresentação de trabalho de conclusão de curso (TCC) para se formar? E estágio?

    Profa. Ana Beatriz Moraes – Não há obrigatoriedade, segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais. Quando a instituição de ensino exige, o trabalho de conclusão de curso é apresentado na forma de uma monografia, tendo como diretriz um tema abordado durante o curso. Já a realização de estágio é obrigatória.


    GE – Como está o mercado de trabalho para quem se forma em Ciências Contábeis? Quais áreas estão mais aquecidas?

    Profa. Ana Beatriz Moraes – O mercado é bem amplo para esse profissional. Dificilmente, os estudantes terminam o curso sem uma posição no mercado. As áreas mais demandadas são auditoria, consultoria, compliance, fiscal e controladoria. Isso ocorre por uma série de motivos, entre eles:

    – atualmente, cada vez mais, é necessário manter o controle do fluxo de dinheiro nas empresas e o profissional de contabilidade é muito bem preparado para isso;

    – auditorias ajudam na prevenção de falhas e do uso indevido de dinheiro; e

    – análise e conhecimento de custos orientam as decisões estratégicas de forma mais segura.

    Continua após a publicidade
    Publicidade