logo-ge

Psicologia: confira 10 áreas de atuação além da clínica

Acompanhamento terapêutico e Neuropsicologia estão entre as opções

Você acha interessante o curso de Psicologia, mas não se imagina atendendo pacientes em um consultório? Pois saiba que as possibilidades de trabalho vão muito além da área clínica. Veja algumas delas:

Veja também

Psicologia educacional
Ajudar pais, professores e alunos a solucionar problemas de aprendizagem. Colaborar na elaboração de programas educacionais em creches e escolas.

Psicologia hospitalar e da saúde
Atender pacientes hospitalizados e seus familiares. Ao lado de outros profissionais, como médicos, colaborar na assistência à saúde, fortalecendo pacientes e familiares para a recuperação da saúde física e mental.

Psicologia esportiva
Orientar atletas e prepará-los emocionalmente para atividades esportivas e competições. Maximizar o seu rendimento e promover a harmonia entre os membros de equipes e times.

Psicologia organizacional e do trabalho
Selecionar funcionários para empresas. Promover relações saudáveis entre os trabalhadores. Orientar carreiras e colaborar em programas de reestruturação do trabalho.

Psicologia social
Atuar em penitenciárias, asilos e centros de atendimento a crianças e adolescentes. Elaborar programas e pesquisas sobre a saúde mental da população.

Psicologia do trânsito
Tratar problemas relacionados ao trânsito, realizar avaliação psicológica em condutores e futuros motoristas e desenvolver ações socioeducativas com condutores infratores, entre outros.

Comportamento do consumidor
Estudar o comportamento de determinado grupo de consumidores, para orientar o marketing de empresas privadas e agências de publicidade.

Orientação profissional
Orientar estudantes na escolha do curso e da profissão a seguir, por meio de trabalho individual ou em grupo, com a utilização de técnicas de autoconhecimento e informações sobre as profissões.

Acompanhamento terapêutico
Acompanhar crianças ou adultos com necessidades especiais em atividades diversas, a fim de proporcionar maior autonomia e inserção social.

Neuropsicologia
Atuar no diagnóstico, no acompanhamento, no tratamento e na pesquisa da cognição, das emoções, da personalidade e do comportamento sob o enfoque da relação entre esses aspectos e o funcionamento cerebral.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Geralmente, há pouco risco em fazer psicoterapia.

    Curtir

  2. Seu processo de desenvolvimento é prejudicado.

    Curtir