logo-ge

Como se destacar em processos seletivos de estágio e trainee na pandemia

Com o país ainda em quarentena, grandes empresas têm feito suas seleções online. E agora? Como se sair bem?

Passar para uma vaga de estágio ou trainee já é difícil em tempos normais. Nervosismo, insegurança, falta de preparo: tudo isso faz parte dos obstáculos naturais para uma contratação. Mas, em tempos de Covid-19, é normal se sentir ainda mais perdido, já que as próprias empresas contratantes também têm tido que se adaptar ao “novo normal” e criar novas formas de escolher seus estagiários e trainees. Pensando nisso, o Guia do Estudante conversou com alguns grandes contratantes para entender: como ser o candidato ideal, mesmo à distância?

Cadê o carregador?

Pode parecer óbvio, mas, no calor do momento, é fácil esquecer o essencial, principalmente em momentos atípicos como o atual. Primeiro de tudo, já que os processos seletivos dependem de dispositivos com acesso à internet, é importante se certificar de que nada vai dar errado durante as etapas do processo. 

Bruno Szarf, vice-presidente de Gente e Gestão da Ypê – que têm inscrições abertas para estágio até dia 30 de setembro –, lembra: “Teste os equipamentos com antecedência, câmera e microfone, e garanta que tenham bateria suficiente para o tempo da entrevista. Mesmo sendo um processo online, se prepare como se fosse fazer uma entrevista presencial. Procure um local tranquilo de sua casa onde não haverá interferência ou algo que possa desviar sua atenção.”

Sem desespero

Mais uma dica importantíssima: não se esqueça de que, acima de tudo, quem avalia os candidatos ainda são pessoas! A dica da Illana Kern, head de Gente e Gestão na Ambev, para quem quer ser trainee é a seguinte: “A gente sabe que as entrevistas podem gerar ansiedade nos candidatos, mas quero lembrar que é um bate-papo para nos conhecermos. Por isso, se prepare – e essa preparação envolve ter uma linha de raciocínio clara (e cronológica) contando sua trajetória, e o que você enxerga de intersecção entre a sua história e a nossa.” 

Para os candidatos a estágio, Illana traz outra dica: “Sempre que tiver a oportunidade, mostre sua personalidade, curiosidade, e seu trabalho colaborativo”. Para isso, é essencial que o candidato permaneça calmo e confiante, sempre lembrando que o avaliador ainda não conhece o candidato. Por isso, uma boa tática é perguntar a familiares e amigos quais são seus pontos fortes, para chegar à fase de entrevistas mais tranquilo e saber se apresentar com clareza.

O que é bom saber?

A Vale, que tem inscrições abertas para trainees também até dia 30, adaptou seu processo seletivo, aproveitando a distância imposta pela pandemia para deixá-lo ainda mais livre de preconceitos: todas as etapas serão “às cegas”. Por isso, é essencial que o candidato se sinta à vontade para colocar em palavras sua história e seus diferenciais. 

No caso dos trainees, é legal saber mais da história da empresa e seus valores, como conta Mira Noronha, gerente global de Atração de Talentos da Vale: “ Conhecer a empresa é muito importante, por isso sugerimos que os candidatos visitem o site, redes sociais e demais canais de comunicação da Vale. É interessante também ficar ligado nos projetos da empresa e quais são os temas mais importantes para nós atualmente.”

Se prepare para falar de você!

É essa a dica de Bruno Szarf, que recomenda estar preparado para, durante a entrevista, “dar respostas objetivas e claras, e evitar respostas muito longas ou cheias de contexto”. Saber resumir sua personalidade e sua história em poucas palavras é um desafio. Por isso, ele recomenda: “crie um roteiro para trazer suas informações, escreva, estude o que quer dizer. Isso ajudará a se sentir seguro no momento da entrevista”.

Além de ajudar na hora de se descrever para o avaliador, se conhecer é ótimo para aumentar sua confiança, independentemente  da situação. E tirar proveito da seleção para crescer é a grande chave, como diz Mira Noronha. “Autoconhecimento é sempre fundamental para qualquer processo seletivo.” lembra ela. “Quanto melhor nos conhecemos, melhor lidamos com as dificuldades e as pressões que nos desafiam. É fundamental ser você mesmo e tentar levar o processo seletivo como um aprendizado, do qual todos saímos nos conhecendo melhor do que quando entramos.” 

Agora, mais tranquilo e preparado, caso queira se inscrever para algum processo seletivo, você tem até dia 30 de setembro para se candidatar para o programa de trainees da Vale em ou para o programa de estágio da Ypê. No caso da Ambev, infelizmente as inscrições já se encerraram! 

Qualquer que seja o resultado da seleção, é importante você saber que se preparou da melhor forma e aprendeu com a experiência. Caso um processo seletivo não tenha dado certo, insista até encontrar uma vaga que seja mais adequada ao seu perfil. E boa sorte!

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.