Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês
Dúvidas de português

Substantivos: o que são, quais os tipos e como usá-los

Entenda as principais características da mais famosa classe gramatical da língua portuguesa

Por Karolina Monte Atualizado em 7 jun 2022, 15h02 - Publicado em 2 jun 2022, 16h03

Pare, olhe ao seu redor e tente nomear tudo o que você enxerga. Talvez seu caderno, as canetas, a cadeira em que está sentado. Ou se estiver em uma biblioteca, as estantes, os livros, e até mesmo a bibliotecária. Acredite ou não, todos esses objetos e pessoas têm algo em comum – pelo menos no universo da gramática. Eles pertencem a uma classe de palavras que denominamos substantivos.

Neste texto, o GUIA DO ESTUDANTE te ajuda a entender o que são os substantivos, quais tipos que existem e como usá-los e flexioná-los corretamente.

O que é substantivo

Substantivo é a classe gramatical de palavras que corresponde a qualquer objeto e ser, real ou imaginário. Ou seja, tudo o que é substancial e pode ser nomeado é considerado substantivo: ações ou processos (como corrida ou entrega), qualidades (como generosidade), estados (como tristeza), e os próprios objetos (como cama, mesa, telefone etc).

A esta altura, você deve estar se perguntando qual a diferença entre substantivo e sujeito. Chamaremos de substantivo o ser/objeto/ação/estado quando estivermos fazendo a análise morfológica – isto é, das classes gramaticais das palavras. Agora, se transformará em sujeito o ser/objeto/ação/estado quando fizermos a análise sintática, que é a construção e função de cada termo dentro de uma oração. 

Os substantivos podem flexionar em gênero, número e grau. Portanto, as classes dos artigos, dos adjetivos, dos numerais e dos pronomes  devem concordar com a flexão do substantivo, na chamada concordância nominal.

Classificação dos substantivos

Os substantivos são classificados em simples e compostos, primitivos e derivados, concretos e abstratos, comuns, próprios e coletivos. Confira a explicação de cada um:

Substantivos simples: Apresentam apenas uma palavra em sua composição.

Exemplos: casa, meia, cobertor, avião.

Substantivos compostos: Apresentam mais de uma palavra em sua composição.

Exemplos: guarda-chuva, guarda-volume, porta-lápis, porta-luva.

Substantivos primitivos: São substantivos que derivam da raiz da língua-mãe. Isto é, não se formam a partir de outras palavras.

Exemplos: cabeça, livro, biblioteca.

Substantivos derivados: São substantivos que derivam de alguma outra palavra.

Exemplos: cabeçalho, livreiro, bibliotecário.

Substantivos concretos: Apresentam uma existência independente, sejam eles reais ou não. Esta classificação engloba: os nomes próprios, animais, vegetais, objetos, lugares, entidades, minerais, fenômenos, instituições e concepções.

Exemplos: mesa, garrafa, pensamento, parlamento, quadrado, tribo, árvore, Luiz, água

Substantivos abstratos: Este grupo é caracterizado pelas ações, qualidades ou estados dos seres no qual se manifestam.

Exemplos: vida, morte, calor, frio, tédio, maldade, placidez, divórcio.

Substantivos comuns: São substantivos que generalizam, isto é, agrupam.

Continua após a publicidade

Exemplos: mulher, lago, oceano, garoto, país.

Substantivos próprios: São substantivos que especificam, isto é, individualizam.

Exemplos: Paula, Diamantina, Brooklyn, Maria.

Substantivos coletivos: Apresentam um agrupamento de seres. Esta classificação se subdivide em determinados e indeterminados. Os determinados remetem à qualidade ou quantidade dos seres do agrupamento.

Exemplos: casal, dúzia, dezena, centena.

Já os indeterminados não remetem à quantidade dos seres, são gerais.

Exemplos: exército, batalhão, constelação, cardume.

Flexões dos substantivos em gênero

Os substantivos flexionam-se em feminino e masculino. O substantivo feminino é aquele que se pode juntar ao adjetivo feminino e/ou ao artigo a. Já o substantivo masculino é aquele que se junta ao adjetivo masculino e/ou ao artigo o.

Existem ainda os substantivos de gênero único, que designam os substantivos com gênero não especificado.

Exemplos: o cônjuge, o indivíduo, a criança, a postura, a pessoa, a vítima, o animal, a abelha, a beleza, a feiura, o livro, a rosa, o vento.

Existem ainda os substantivos que flexionam tanto para masculino quanto feminino, mas não alteram sua forma de escrita. São chamados de comuns de dois gêneros.

Exemplos: o/a artista, o/a estudante, o/a cliente, o/a pianista, o/a guitarrista.

Flexões dos substantivos em número

A flexão em número indica se um substantivo é um ou mais de um. Eles podem ser substantivos no singular ou no plural. O substantivo singular denomina um ser ou um grupo de seres (a pessoa, o relógio, a varanda, o cardume). O substantivo plural denominam dois ou mais seres (as canetas, os estudantes, as especialidade).

Para entender mais a fundo sobre o plural em substantivos compostos, acesse esta matéria do GUIA DO ESTUDANTE sobre o assunto.

Flexões dos substantivos em grau

A flexão em grau de um substantivo indica o aumento ou diminuição do ser, relativo ao seu tamanho normal, ou a intensidade maior ou menor de uma qualidade.

Os grau podem ser aumentativo ou diminutivo.

Exemplos: felizão, sabichão, casarão, garrafão, livrão, casinha, velhinho, gotícula.

Fontes: Moderna Gramática Portuguesa, de Evanildo Bechara; Gramática Normativa da Língua Portuguesa, de Rocha Lima

 Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso PASSEI! do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a todas as provas do Enem para fazer online e mais de 180 videoaulas com professores do Poliedro, recordista de aprovação nas universidades mais concorridas do país.

Continua após a publicidade

Publicidade