Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Dia da Escola: 6 filmes para matar a saudade da sala de aula

As produções falam da importância do ambiente escolar e da relação entre alunos e professores

Por Juliana Morales, Wender Starlles 15 mar 2021, 19h13

Nesta segunda-feira, 15 de março, é comemorado o Dia da Escola. Em meio à pandemia, e a necessidade de isolamento social, as escolas ficaram silenciosas e vazias por muito tempo. E os estudantes precisaram arrumar algum cantinho em casa para ser seu novo ambiente de estudo. Pátio cheio, aglomeração no intervalo, abraço entre amigos… Que saudade, né?

Mas, enquanto as coisas não voltam ao normal, que tal assistir filmes ambientados nas escolas e que ressaltam a importância do ambiente escolar e da relação entre alunos e professores? 

Moxie : Quando as garotas Vão à Luta

O filme, que estreou neste mês na Netflix, mostra o papel importante da escola como ambiente de conflito, debate e luta por igualdade. No longa adolescente, a protagonista Vivian, acompanhada de suas amigas, começa a descobrir o feminismo durante o Ensino Médio. 

Nesse contexto, muitas questões do universo escolar são debatidas, como a função dos professores e coordenadores em casos de sexismo e assédio. O GUIA elencou mais pontos interessantes sobre o movimento feminista tratados no filme, confira nesta reportagem

Disponível na Netflix.

Sociedade dos Poetas Mortos

Com a chegada do novo professor de literatura John Keating e seus métodos de incentivo à reflexão e debate, o grupo de alunos da escola preparatória Welton Academy começa a questionar ideias conservadoras impostas pela instituição.

O filme aborda a importância do pensamento crítico e das expressões artísticas. É uma ótima inspiração, ainda mais em momentos de ensino remoto e muitos desafios na educação, para continuar buscando conhecimento, apesar das dificuldades. 

Além de inspiração, é possível explorar  “Sociedade dos Poetas Mortos” a partir de diversos aspectos para usá-lo na redação do vestibular. Confira aqui como explorar o enredo e enriquecer seu repertório. 

Disponível em Apple TV e Google Play.

Matilda

A relação entre professores e alunos passou por mudanças com o isolamento social. Vendo apenas pelo outro lado da tela, bateu saudade de estar mais próximo daquele professor querido, né? A história da garota Matilda Wormwood e sua parceria com a afetuosa professora Honey aquece o coração em tempos difíceis.

Negligenciada pelos pais, Matilda conta com a ajuda da professora para lidar com os problemas. O filme também mostra a importância da leitura no desenvolvimento do indivíduo. 

Confira nossa lista com mais professores inspiradores de filmes que podem te ajudar nos vestibulares.

Continua após a publicidade

Disponível em Netflix e Now.

Extraordinário 

Auggie Pullman é um garoto de 10 anos que nasceu com a síndrome de Treacher Collins, que causa uma deformidade no rosto. Por conta disso, a mãe do garoto, interpretada por Julia Roberts, decide educá-lo em casa para facilitar os cuidados médicos do filho. Mas quando o garoto está prestes a entrar no quinto ano, ela decide que Auggie comece a frequentar a escola.

Esse momento na vida do garoto se torna muito difícil, mas repleto de superação. O filme mostra  os desafios que ele precisa superar para conseguir estudar com as outras crianças, porque algumas o rejeitam por conta de sua aparência. 

Disponível em Now e Telecine.

O menino que descobriu o vento

Baseado em fatos reais, o filme conta a história de William KamKwamba, um garoto de 13 anos, cujo seu maior sonho é conseguir estudar. Porém, como seus pais não têm condição de pagar as mensalidades de uma escola, ele começa a frequentar escondido uma biblioteca para aprender a como criar um moinho de vento. Os livros se tornaram uma ferramenta poderosa na transformação da realidade social em que o jovem vivia.

A invenção permitiu que a família do garoto e os moradores do vilarejo em Malawi, país na África Ocidental, conseguissem enfrentar uma forte seca depois de uma inundação. 

A história de William é um exemplo a ser seguido, porque mesmo com todas as dificuldades ele nunca desistiu da escola ou dos estudos.  

Disponível na Netflix.

Hoje eu quero voltar sozinho

Quem nunca viveu um amor durante o Ensino Médio, não é mesmo? Essa é a história de Leonardo, um garoto cego, que enfrenta algumas dificuldades na escola por conta da sua condição.  

Na escola ele precisa se esforçar sempre para conseguir acompanhar os conteúdos, além de ter que lidar com o preconceito que sofre por parte de alguns colegas. Mas Léo tem uma amiga inseparável que o defende desses ataques. 

Tudo muda com a chegada de Gabriel, um novo aluno, ao colégio. Eles formam um triângulo amoroso que envolve o público numa história repleta de descobertas sobre a própria sexualidade.

Disponível em Netflix e Now

  • Quero Bolsa | Graduação, pós-graduação e técnico. Bolsas de Estudo com desconto de até 75% em mais de 1100 faculdades em todo o Brasil. Saiba mais!

    Continua após a publicidade
    Publicidade