Assine com até 65% de desconto

Alunos driblam o nervosismo da prova com técnicas de meditação e ioga

Por Gabriela Portilho Atualizado em 16 Maio 2017, 13h55 - Publicado em 23 out 2011, 12h51

Se para alguns a véspera da prova é sinônimo de insônia e apreensão, outros aproveitam o momento para relaxar. Érica Moreira, 17, é aluna do colégio Dante Alighieri e presta o Enem pela primeira vez. Ela preferiu usar as noites de véspera dos exames para revisar alguns conteúdos. “Revi alguns tópicos de História e Geografia porque são matérias de muito conteúdo. Também aproveitei para olhar as fórmulas de física e química", conta.

A estudante chegou com quase duas horas antes do início da prova acompanhada da mãe para garantir a tranquilidade. “Aconselho ela a fazer tudo com calma, porque ainda é muito nova. Se não passar no vestibular esse ano, terá o ano que vem”, diz a mãe Giselle Kfouri, 43, produtora musical. Mas Érica tem pressa: “Quero fazer o possível para passar esse ano e não ter que aguentar a pressão no vestibular novamente no ano que vem”, diz a garota.

Já Igor Jefferson Coelho, 18, optou por não revisar o conteúdo do dia anterior: “Acho que a véspera é hora de relaxar, o que tinha que ser feito já foi feito”. Igor escolheu técnicas de respiração do ioga para se manter mais calmo e ensina: “inspiro o ar pela boca por 7 segundos, prendo o ar no pulmão por mais 7, e depois, expiro em mais 7 segundos, assim, fico mais calmo e reduzo a ansiedade. Mas, chegar mais cedo no local da prova me deixa mais tranqüilo também.”

Para Gustavo Santuccio, 16, que presta o Enem pela primeira vez, o relaxamento começou no dia anterior. “Meditei em torno de uma hora ontem, mentalizando calma e tranqüilidade para a hora da prova”.

Continua após a publicidade
Publicidade