Assine Guia do Estudante ENEM por 15,90/mês
Continua após publicidade

Atendimento especializado no Enem: quem tem direito e como pedir

Prazo para solicitação vai até 16 de junho. Veja quais documentos são necessários para fazer o pedido

Por Karolina Monte
Atualizado em 7 jun 2023, 09h39 - Publicado em 6 jun 2023, 16h02

As inscrições para o Enem 2023 (Exame Nacional do Ensino Médio) já começaram e vão até o dia 16 de junho! No mesmo período, também é possível solicitar o atendimento especializado durante a realização das provas, marcadas para 5 e 12 de novembro.

O atendimento especializado tem como objetivo a igualdade e inclusão de todos os participantes que fazem o Enem, para que possam ter as mesmas condições de realizar a prova, segundo suas necessidades. O pedido de atendimento pode ser feito durante o processo de inscrição, na Página do Participante.

Quem pode pedir o atendimento especializado

Tem direito ao atendimento especializado no Enem os candidatos que se enquadram nas seguintes condições:

  • Baixa visão, cegueira ou visão monocular;
  • Deficiência física;
  • Deficiência auditiva ou surdez;
  • Deficiência intelectual (mental);
  • Surdocegueira;
  • Dislexia;
  • Déficit de atenção;
  • Transtorno do Espectro Autista;
  • Discalculia;
  • Mulheres gestantes ou lactantes;
  • Idosos;
  • Estudante em classe hospitalar e/ou outra condição específica

Candidatos nestas condições poderão ter um atendimento diferenciado no dia da prova, de modo que consigam participar do exame. Este atendimento pode incluir, por exemplo, o uso de máquina de escrever em braile e lupa, no caso de candidatos com deficiência visual, e aparelhos auditivos para pessoas com deficiência auditiva. Candidatos com transtornos como dislexia e déficit de atenção poderão contar com uma hora adicional de prova.

+ Entenda o atendimento especializado para autistas no Enem

Durante a realização do exame, alguns recursos solicitados pelo candidato poderão ser vistoriados pelos chefes de sala, exceto o cão-guia (para o caso de deficiência visual), o medidor de glicose e a bomba de insulina (para o caso de situação específica em que o candidato precise destes suportes). Além disso, no caso das lactantes, deve-se levar um acompanhante adulto, que ficará em sala reservada e será responsável pela guarda da criança.

Continua após a publicidade

Todos os itens de suporte permitidos estão listados no edital do Enem, que você confere aqui.

Além disso, o Inep também fornece uma estrutura adequada para candidatos com necessidades especiais, como versões da prova em braile, ampliadas, leitores de tela e até mesmo a presença de profissionais capacitados para leitura labial e guia-intérprete.

Documentos necessários para pedir atendimento especializado

Para ter direito ao atendimento especializado no Enem, o candidato deve inserir, no momento da inscrição, documento comprobatório da condição que alega ter.

Este comprovante, segundo o edital, precisa conter o nome completo do candidato, o diagnóstico de sua condição e o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10). O documento deve ser assinado por profissional competente, com respectivo registro no Conselho Regional de Medicina (CRM), no Ministério da Saúde (RMS) ou em órgão competente.

Candidatos com transtorno funcional específico (dislexia, discalculia e/ou déficit de atenção) também devem comprovar a condição, mas é possível apresentar uma declaração emitida e assinada por uma entidade/profissional da área da saúde ou similar.

Continua após a publicidade

Já as candidatas lactantes, que estão amamentando, precisam anexar certidão de nascimento da criança – que até a data de aplicação deve ter, no máximo, um ano – ou comprovante de gestação.

Por fim, candidatos em classe hospitalar que não podem se deslocar até os locais de prova precisam anexar documento com nome completo, condição que motivou a solicitação, endereço do hospital e assinatura do médico responsável.

Em caso de reprovação da documentação anexada, o participante poderá solicitar recurso entre os dias 26 e 30 de junho, pela Página do Participante. Neste caso, será preciso anexar um novo documento que comprove a necessidade do atendimento especializado.

Quem já solicitou o atendimento especializado no Enem 2021 e 2022 e teve o pedido aprovado não precisa anexar novamente a documentação comprobatória.

 

Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso GUIA DO ESTUDANTE ENEM e tenha acesso a todas as provas do Enem para fazer online e mais de 180 videoaulas com professores do Poliedro, recordista de aprovação nas universidades mais concorridas do país. 

Busca de Cursos

Continua após a publicidade
Publicidade
Atendimento especializado no Enem: quem tem direito e como pedir
Enem
Atendimento especializado no Enem: quem tem direito e como pedir
Prazo para solicitação vai até 16 de junho. Veja quais documentos são necessários para fazer o pedido

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se você já é assinante faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

DIGITAL
DIGITAL

Acesso ilimitado a todo conteúdo exclusivo do site

A partir de R$ 9,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.