Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Foi mal no Enem? Veja três dicas para não desanimar para o segundo dia

Fazer uma avaliação pragmática do que atrapalhou na primeira prova pode ser um bom caminho

Por Taís Ilhéu Atualizado em 22 nov 2021, 11h50 - Publicado em 6 nov 2019, 16h40

O primeiro dia de Enem não foi moleza. Ainda estamos no contexto de pandemia e máscaras. Os candidatos responderam 90 questões de Linguagens e Humanidades, além da redação.

Está se perguntando como manter o ânimo para o segundo dia de prova se não teve exatamente o desempenho que esperava no primeiro? O GUIA está aqui para ajudar você a ver também o copo meio cheio — afinal, ainda faltam 90 questões para encerrar o Enem e não dá para deixar a peteca cair agora! Você conseguiu estudar online ou sozinho o ano inteiro, reuniu coragem para fazer uma prova em plena pandemia, não desista!

Abaixo, trazemos algumas dicas preciosas, seja para quem não teve muitos acertos no domingo ou para quem relaxou até demais depois de mandar bem na prova. 

Avalie a primeira prova, mas sem se prender a ela

Consultou o gabarito extraoficial e teve menos acertos do que esperava na prova de Ciências Humanas e Linguagens? A psicóloga Bárbara Souza, do Anglo Vestibulares, traz uma dica de como fazer desses limões uma limonada. Ela propõe que o candidato analise o mais friamente possível esse resultado para ver o que pode aperfeiçoar ou não em termos de estratégia de prova e controle emocional. Tente rememorar o que pode ter atrapalhado durante a realização do exame, como a má administração do tempo.

“A partir dessa análise, estabelecer uma estratégia para alterar o que pode ser alterado, por exemplo, maior controle do tempo ao longo da prova para não ser surpreendido no final; foco nos estudos dos conteúdos que cairão na segunda prova; manutenção da rotina de estudos, para que isso não implique aumento do nervosismo”, aconselha Bárbara. Mas tudo isso, é claro, dentro do que for possível fazer em uma semana. 

A psicóloga Rafaela Mugnaro, da Oficina do Estudante, lembra que é preciso ter em mente também que você não pode fazer nada para mudar seus resultados do primeiro dia, então é importante focar apenas em pensamentos que podem ser úteis para melhorar seu desempenho na próxima prova. 

Continua após a publicidade

Mantenha um ritmo de estudos moderado

Essa dica é para qualquer candidato, tenha ido bem ou não na última prova. Afinal, as 90 questões do próximo domingo podem virar o jogo para melhor ou pior! Por isso, se você foi bem, lembre-se que nem tudo está ganho, e, se foi mal, que nem tudo está perdido.

A dica tanto de Rafaela Mugnaro quanto de Mayra Temperine, psicóloga do Anglo, é manter um ritmo regrado de estudos. Nada de largar os livros de lado, mas também não vale virar noites estudando. Rafaela destaca ainda que esse não é o melhor momento para testar novas estratégias de estudos mirabolantes: siga com seus planos iniciais. 

“Romper com a rotina pode ser mais estressante e demandar maior planejamento”, aponta Mayra. Quanto aos conteúdos que mais valem a pena investir agora, ela sugere focar em exercícios que necessitem de maior memorização, estimulando a memória de curto prazo. 

 

Pratique algum exercício físico

Todo mundo está cansado de saber que exercícios físicos fazem bem para a saúde, mas, nesta semana entre provas do Enem, eles podem ser ainda mais importantes! Não é preciso ir muito longe, fazer alongamentos durante o dia, nas pausas do estudo, é um bom começo.

Para quem tiver mais disposição, corridas e passeios de bicicleta ajudam a aliviar o estresse e a pressão. Rafaela lembra que “não precisa ser nada muito elaborado ou exercícios que durem muitas horas: 30 minutinhos já ajudam bastante”. Por fim, nada de negligenciar o sono e a alimentação, eles são essenciais para estar disposto no domingo. E boa sorte!

Assine o Curso PASSEI! do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a todas as provas do Enem para fazer online e mais de 180 videoaulas com professores do Poliedro, recordista de aprovação nas universidades mais concorridas do país.

Continua após a publicidade

Publicidade