Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Veja as orientações do Inep para a redação do Enem 2019

A cartilha traz exemplos de sete redações que tiraram nota mil no exame do ano passado!

Por Taís Ilhéu 14 out 2019, 16h38

Quem melhor do que o próprio Inep para dar exemplos de redações nota mil no Enem? Desde o último dia (10) você pode conferir sete exemplos de redação que receberam a nota máxima no exame do ano passado, acompanhados de comentários de especialistas do instituto. Para isso, basta acessar o A redação no Enem 2019: cartilha do participante, lançada pelo Inep para orientar os candidatos que farão a prova. 

Com a cartilha em mãos, você consegue tirar dúvidas sobre como funciona a correção da redação, quais os elementos essenciais para atingir uma boa pontuação, o que pode gerar uma nota zero e muitas outras interrogações que surgem sobre a prova. 

Para além das dicas específicas de cada uma das cinco competências (já publicamos uma matéria aqui no GUIA explicando quais são elas), o Inep recomenda de forma geral que o candidato:

  • Leia com bastante atenção o tema proposto e observe tipologia textual exigida (no caso, texto dissertativo-argumentativo);
  • Leia os textos motivadores, observando as palavras ou os fragmentos que indicam o posicionamento dos autores;
  • Identifique, em cada texto motivador, se for o caso, a tese e os argumentos apresentados pelos autores;
  • Reflita sobre o posicionamento dos autores dos textos motivadores e defina, com muita clareza, qual será o seu posicionamento;
  • Leia atentamente as instruções apresentadas após os textos motivadores;
  • Defina um projeto de texto em que seja planejada a organização estratégica da sua redação, a fim de defender o ponto de vista por você escolhido, e apresente uma proposta de intervenção ao problema abordado.
  • Enem 2019

    As inscrições para o Enem estiveram abertas entre os dias 6 e 17/5 e, ao todo, 6.384.957 pessoas de todo o Brasil se inscreveram — o menor número desde 2011. Em 2014, o exame chegou a contar com 9,4 milhões de inscritos.

    Assim como no ano anterior, a prova ocorrerá em dois domingos. No primeiro, 3/11, serão aplicadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias e a Redação. Nesse dia, os portões serão fechados às 13h e a prova vai até as 19h.

    No segundo dia, 10/11, os candidatos responderão as questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. Na entrada, os portões fecham no mesmo horário, mas a prova vai até as 18h30.

  • Desde que foi criado pelo MEC em 1998 para avaliar o desempenho dos estudantes ao final do Ensino Médio, o Enem é usado como alternativa ou complemento dos vestibulares por muitas universidades brasileiras. A partir das alterações implementadas em 2009, o Enem passou a substituir o vestibular das universidades federais e de outras instituições de ensino públicas e particulares, além de escolas de ensino técnico.

    Alguns programas em que as notas do Enem podem ser usadas para conseguir uma vaga na universidade são o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Programa Universidade para Todos (ProUni). Para quem quer receber um empréstimo, o programa parceiro é o Fundo de Financiamento ao Estudante de Ensino Superior (Fies).

    Outras informações podem ser encontradas no edital do Enem 2019.

    Continua após a publicidade
    Publicidade