logo-ge

Afinal, a década acaba mesmo em 2019 ou só em 2020?

Entenda as versões sobre o fim da década de 2010

Desde que dezembro deu as caras, as retrospectivas em referência ao final da década de 2010 começaram a rolar nas redes sociais. Mas, calma aí! Temos uma questão a ser levantada: devemos considerar 2019 como o último ano da década mesmo, ou ela só acaba no final de 2020? Vamos explicar as possíveis respostas.

Se seguirmos a lógica do calendário gregoriano, usado no Brasil e na maior parte do mundo, a contagem dos anos se inicia no ano 1, a primeira década vai até o ano 10, já que ele desconsidera o “ano zero”. Assim, a década atual começou, na verdade, em 2011 e termina no final do ano 2020.

Só que esse não é o único ponto de vista a ser considerado. A resposta “depende” também entra em jogo aqui, como explica Gianpaolo Dorigo, professor de História do Curso Anglo. “Por definição, uma década é um período de dez anos a contar seja lá de qual ponto de partida. Em História, por exemplo, podemos falar normalmente da ‘década que vai de 1985 a 1995’ ou então da ‘década de 50 do século XIX’ ou ainda da ‘segunda década do século 20′”, diz.

Segundo Dorigo, então, podemos considerar o início da década em 2010, considerando-o como o ano 1, e o fim dela em 2019. “Lembre-se que de janeiro de 2010 a dezembro de 2019 transcorrem dez anos”, afirma Dorigo. Da mesma forma que podemos chamar de década de 20 do século 21 o período que começa agora em 2020 e terminará no final de 2029.

Então, não está errado falar que a década está acabando. Mas, se quiser encerrar o assunto, refira-se ao período como os “anos 2010”. Aí não tem dúvida, eles vão de 2010 a 2019.

Feliz 2020!