logo-ge

Cinema famoso de São Paulo se despede com clássicos; saiba como aproveitar

Com o fechamento anunciado do Belas Artes, programação final é boa pedida para estudantes

O Cine Belas Artes de São Paulo, tradicional cinema de rua da cidade desde 1952, depois de perder o patrocinador e enfrentar problemas de contrato com o dono do prédio, anunciou fechará as portas em 27 deste mês. Há manifestações a favor da manutenção do cinema e até mesmo o Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental (Conpresp) de São Paulo avalia se pode tombar o local, o que protegeria o prédio e impediria que quaisquer mudanças fossem feitas sem autorização da prefeitura.

Enquanto o destino do Belas Artes não é definido, uma mostra especial com dezenas de filmes clássicos e consagrados promete encerrar a história do local com categoria. A programação começou dia 14 e vai até 27 de janeiro.

Selecionamos cinco filmes que valem a pena você ver nessas férias, não só pra se divertir como para aprender.! Já vale para o ano letivo e os vestibulares de fim de ano… E não tem problema se você não é de São Paulo ou, mesmo na cidade, não conseguirá passar por lá: sempre dá para procurá-lo numa locadora mais perto ou comprar em lojas especializadas. Confira!

 

Johnny Vai À Guerra

(Johnny Got His Gun)
EUA, 1971
De Dalton Trumbo

O filme conta a história de um soldado combatente na Primeira Guerra Mundial que um dia acorda no hospital e descobre que perdeu em batalha pernas, braços e toda a mobilidade do corpo e rosto. Reduzido ao pensamento, relembra histórias da infância e namorada e ainda deseja viajar para mostrar às pessoas os horrores da guerra e o quanto pode ser devastadora para o ser humano. Fique esperto: trechos do filme aparecem no clipe de One, do Metallica.

 

Z

(Z)
França/Argélia, 1969
De Costa-Gavras

O suspense é baseado em fatos reais ocorridos em 1963 na Grécia. Em cenário político tenso, um deputado da esquerda que era contra a instalação de mísseis balísticos americanos em solo grego morre misteriosamente. Muitos acreditam que foi perseguição política, até que um juiz e jornalista decidem investigar a fundo a história para mostrar que o governo está por trás.

Ao mesmo tempo, um golpe militar assola o país. Ótima maneira de entender mais o conflito entre direita e esquerda no mundo bipolar marcado pela Guerra Fria e hegemonia dos EUA e União Soviética.

O Encouraçado Potenkim

(Bronenosets Potyomkin)
Rússia, 1925
De Sergei Ensenstein

Um dos filmes mais marcantes da história do cinema, Potenkim mostra a revolta de marinheiros russos, em 1905, num navio do czar contra a tirania dos comandantes. A população da cidade de Odessa apoia o movimento popular, que é violentamente massacrado pelo regime czarista.

A obra fala sobre a injustiça e o poder coletivo nas revoluções populares contra a opressão e mostra com clareza o momento único pelo qual a Rússia passava: fim do czarismo, Revolução Russa e surgimento da União Soviética.

 

Apocalipse Now

(Apocalypse Now)
EUA, 1979
De Francis Ford Coppola

Ótima maneira de se aprofundar na história da Guerra do Vietnã e da situação política dos EUA e do mundo bipolar dos anos 1960 e 1970. O filme conta a história de Willard, um comandante do exército americano que é enviado ao Camboja para acabar com Kurtz, um coronel americano desertor. Durante sua viagem, o coronel conhecerá os horrores da guerra e ainda encontrará um Kurtz numa situação bem diferente da que imaginava.

 

O Passageiro: Profissão Repórter

(Professione: Reporter)
Itália, 1975
De Michelangelo Antonioni

Um repórter é enviado à África para produzir um documentário sobre o tráfico de armas e os conflitos na região. Quando um homem que estava hospedado em seu hotel aparece morto, o jornalista aproveita da coincidência física dos dois e decide trocar de identidade. Contudo, se envolve num grande problema ao descobrir que o homem do qual tomou a identidade é envolvido com a guerrilha armada local, justamente o tema de seu filme.

 

A programação com os dias e horários dos filmes pode ser acessada no site do cinema.

LEIA TAMBÉM
– Notícias de vestibular e Enem