logo-ge

Como cai na prova: Fenômenos ópticos e óptica geométrica

O GUIA mostra qual a melhor forma de estudar o conteúdo que é bastante cobrado no Enem e outros processos seletivos

(MIND_AND_I/iStock)

Se preparar para as questões de Física do Enem não é tarefa fácil. Para quem vai para o exame com as fórmulas de mecânica na ponta da língua – e da caneta – a jornada pode ser mais tranquila, mas o professor Robson Alves Simões, que ensina a matéria no Poliedro, lembra que os alunos não devem deixar de lado outros temas que aparecem com frequência na prova. Os principais deles são os fenômenos ópticos e a óptica geométrica. Veremos hoje como estudar melhor esses assuntos.

Os fenômenos ópticos são todos que ocorrem com a presença de luz e a óptica geométrica é um dos campos em que o tema pode ser abordado, através das relações da geometria. No entanto, o professor destaca que ela aparece com menos frequência no Enem, ao contrário dos fenômenos, que compõem boa parte da prova porque, com eles, o exame consegue avaliar se o aluno enxerga a óptica no dia a dia.

Enem 2010 (Gabarito ao fim do texto) (Enem/Inep)

Fenômenos ópticos

Dentro do tema, o professor destaca que as questões do Enem geralmente são mais teóricas, apresentam textos-base e figuras e exigem do aluno o domínio de conceitos como interferência e difração de luz. A prova também pode cobrar fenômenos naturais ligados à ótica, como perguntas que tratem de cores da atmosfera ou de arco-íris. Mas, conforme o docente, muitas vezes a resposta dos exercícios pode estar dentro do próprio texto-base, recurso muito utilizado pelo exame.

Robson ressalta ainda que as questões podem ser interdisciplinares e, por isso, é importante que o candidato também esteja afiado em outros temas, como ondulatória e eletromagnetismo.  “Em interferência de luz e fenômenos naturais, a prova pode trazer uma questão, por exemplo, que fale de gotas de óleo de carro caídas no asfalto e que traz conceitos de ondulatória. Quando olhamos em determinados ângulos, vem um raio de luz, bate na gota e podemos ter uma determinada frequência de luz interferindo de forma construtiva na gota, formando um arco-íris”, explica.

Enem 2012 (Gabarito ao fim do texto) (Enem/Inep)

Outro tipo de questão que pode aparecer, segundo o professor, são as que tratam de calor e efeito estufa em aquecedores solares. Em muitos arranjos em sistemas que usam a luz do sol para esquentar a água, são colocadas placas de vidro transparentes sobre os canos. O aluno pode ser requisitado a responder qual a função das placas ou o por que da transparência. “Com isso, o Enem vê se o estudante entende que o vidro deixa a luz passar, mas que o calor que é gerado e absorvido pela água não escapa pelo vidro”, diz Robson.

Óptica geométrica

Apesar de não ser tão frequente na prova quanto os fenômenos ópticos, o estudo da óptica na perspectiva geométrica também aparece no exame e é figurinha certeira principalmente nos demais vestibulares. De acordo com o professor, questões que tratam de refração podem estar presentes na prova de Ciências da Natureza para avaliar a compreensão do tema.

“Por exemplo, o aluno pode encontrar uma questão que fale do controle de qualidade da gasolina. Em alguns tanques, é possível jogar um raio de luz que vem do ar para a gasolina. Dependendo da qualidade do combustível, ele muda de ângulo e a direção da propagação. Com o ângulo, o candidato consegue saber se ela foi adulterada ou não”, explica. E completa:  “o Enem e os vestibulares cobram e selecionam justamente o aluno que tem uma visão mais geral da Física”.

Enem 2015 (Gabarito ao fim do texto) (Enem/Inep)

A interdisciplinaridade e a relação com outras disciplinas também está presente nas questões de óptica geométrica. O estudante pode encontrar no exame exercícios que trazem o assunto relacionado ao olho humano e à visão, que são temas recorrentes também na Biologia. Nessas perguntas, o aluno deve saber onde fica a retina, a córnea, e até mesmo qual dessas partes funciona como uma lente.

Outros vestibulares

Como os outros vestibulares tendem a ser mais conteudistas, há uma grande incidência de questões de óptica geométrica que podem trazer cálculos e fórmulas. Então, é importante que o estudante tenha domínio de conceitos básicos de geometria vistos nas aulas de Matemática. “O aluno precisa saber semelhança de triângulos, regras de ângulos, seja opostos pelo vértice, alternos e internos, soma de ângulos dos triângulos, e seno, cosseno e tangente”, ressalta o professor.

Enem 2015 (Gabarito ao fim do texto) (Enem/Inep)

Gabarito das questões
Enem 2010: D
Enem 2012: E
Enem 2015 – 1: A
Enem 2015 – 2: B