logo-ge

Empresas jornalísticas liberam mais de 550 mil gravações históricas no YouTube

Por Malú Damázio

Durante as aulas de história sobre a Guerra Fria, você já deve ter lido sobre a queda do Muro de Berlim, símbolo da divisão do mundo entre os sistemas socialista e capitalista. Então, já pensou poder ver com os próprios olhos como foi esse momento histórico, ver exatamente como a demolição ocorreu e a reação da população lá em 1989? Agora você já pode. Isso porque a British Movietone, da Inglaterra, e a agência de notícias americana Associated Press se uniram para disponibilizar um acervo de gravações históricas no YouTube, que envolve a queda do Muro de Berlim e muitos outros  vídeos jornalísticos que datam desde 1895 até os dias de hoje.

>> Veja os vídeos da British Movietone
>> Veja os vídeos da Associated Press

Os mais de 550 mil vídeos, que totalizam cerca de 1 milhão de minutos digitalizados, estão sendo postados nos canais da agência e da empresa de audiovisual diariamente. O projeto inclui imagens de acontecimentos que marcaram a história mundial, como o ataque a Pearl Harbor, em 1941, a Conferência de Potsdam, em 1945, o assassinato do líder do movimento negro norte-americano, Martin Luther King Jr, em 1968, e a libertação de Nelson Mandela, na África do Sul, em 1990, após passar 27 anos na prisão por ter lutado contra o apartheid no país.

Há também cenas icônicas, como a gravação dos protestos na Praça da Paz Celestial, na China, em 1989. Em um dos vídeos vemos, em movimento, o momento eternizado pelo fotógrafo Jeff Widener: quando um manifestante desarmado que desafiou uma fileira de tanques de guerra, durante um dos protestos na China.

Homem permanece em pé, sozinho, no caminho dos carros de combate

Se você é curioso, vai gostar ainda de ver como foi a inauguração da Ponte de Londres pela Rainha Elizabeth, em 1973, um terremoto ocorrido em São Francisco, nos Estados Unidos, em 1906, ou a construção do Titanic no estaleiro de Belfast, na Irlanda do Norte, em abril de 1912. Ah! O último vídeo mostra ainda as únicas imagens do afundamento do transatlântico que sobreviveram ao desastre. 😉

Veja alguns exemplos:

Queda do Muro de Berlim (1989)

Ataque a Pearl Harbor (1941)

Assassinato de Martin Luther King Jr. (1968)

Protesto na Praça da Paz Celestial (1989)

Cenas do Titanic (1912)

_____________
Dica: Em maio deste ano, a agência inglesa British Pathé também liberou uma série de 85 mil vídeos históricos no YouTube. Confira aqui!